Quinta, 09 de Dezembro de 2021
Follow Us

Terça, 19 Outubro 2021 16:39

Jornalistas angolanos tentam fazer o banquete no estrangeiro para associar figuras da oposição

O Secretário Provincial da UNITA em Luanda, Nelito Ekuikui, revelou que teve informações, dando conta que há jornalistas à andarem pelo mundo a tentarem fazer o banquete sobre figuras ligadas à oposição política angolana, tudo na lógica de descredibilizar tais adversários.

Segundo Nelito Ekuikui, em alguns países (tidos como potenciais investidores), onde as democracias se fazem respeitar não vão olhar bem para Angola, um país onde se persegue um opositor político, só porque está a ganhar todos dias aceitação do povo.

O político que falava durante o debate na MFM, nesta terça-feira, 19 de Outubro, lamentou o facto de existir pessoas que, infelizmente estão a informar mal ao presidente JoãoLourenço.

Aponta Nelito Ekuikui que, um dos problemas nesta encruzilhada é que foram levar a informação ao presidente da República que a UNITA quer chegar ao poder por via das ruas e que a UNITA está a patrocinar manifestações e quer chegar ao poder. "Nada mais falso".

Ainda em declarações, afirmou que há muita gente a fazer dinheiro com esta informação falsa infelizmente, a tirar do cofre do Estado para se enriquecer, alimentando esta teoria e, naturalmente quem tem o poder vai criando artimanhas para manutenção do poder, o que Ekuikui diz não ser bom.

"Tive a informação de que há aí jornalistas à andarem um pouco pelo mundo a tentarem fazer o famoso banquete para associar figuras ligadas à oposição. Tudo na lógica de descredibilizar adversários políticos. Desaconselho", conforme o dirigente da UNITA.

Para Nelito Ekuikui, há por esta altura, uma grande necessidade de se promover o diálogo, baseado na irmandade, no sentido de se encontrar estabilidade para a construção do país.

"Esse diálogo que o MPLA gosta, abaixo da mesa, dar dinheiro nas pessoas eu não aceito. E nós da UNITA rejeitamos isso", denunciou.

Se existem pessoas que fazem isso para desestabilizar a UNITA, apelou, eles encontraram interlocutores não válidos. "Deviam encontrar interlocutores válidos para encontrarmos estabilidade e apaziguarmos o ambiente político".

Finalmente, observou que o ambiente político que se está a viver em Angola não é bom e que não ajuda o país porque está pesado demais.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up