Terça, 25 de Junho de 2024
Follow Us

Sexta, 19 Junho 2020 12:27

«Secreta» angolana controla voos com material de biossegurança

Secreta Externa acabou por ser, assim, a «tábua de salvação» do PR para uma operação sanitária/humanitária em risco de cair nos esquemas de vários interesses económicos e de grupos.

Os Serviços de Inteligência Externa (SIE) passam a assegurar o controlo dos voos que transportam materiais sanitários e de biossegurança provenientes da China, soube o Novo Jornal de fonte segura.

A fonte refere que, por orientação do Presidente da República, João Lourenço, a estrutura liderada pelo general José Luís Caetano Higino de Sousa " Zé Grande" tem destacado um grupo de três equipas de dois elementos cada que trabalham em regime de rotatividade.

"Estão no cumprimento de uma missão específica e considerada de grande importância. Quando regressam a Luanda, os oficiais ficam alojados em unidades hoteleiras da capital por uma questão de segurança sanitária", descreve.

E acrescenta, com detalhes, sobre o modus operandi da missão: "Zé Grande encara essa missão como prioritária e é pontualmente informado sobre o decorrer da mesma".

A fonte do NJ observa que, ao confiar nos SIE o controlo do transporte do material de biossegurança, João Lourenço reforça a ideia de que Zé Grande tem merecido a sua confiança para "missões sensíveis e de elevado grau de complexidade".

A Secreta Externa acabou por ser, assim, a «tábua de salvação» do Presidente para uma operação sanitária/humanitária em risco de cair nos esquemas de vários interesses económicos e de grupos, sublinha.

"Eles não saem do Aeroporto de Pequim. Os oficiais de Inteligência verificam e confirmam o manifesto de carga entregues pelas autoridades chinesas. Eles validam e encaminham para os aviões da TAAG", confirma. NJ

Rate this item
(2 votes)