Quinta, 11 de Agosto de 2022
Follow Us

Através das minhas reflexões busco temas para escrever considerando o aspecto da relevância deles para as pessoas, mesmo que, algumas vezes, esses temas não sejam simpáticos.

Angola: do autoritarismo ignorante e despudorado de JES, a vaidade dos infames kangambas analfabetos, e a indignação generalizada do povo!

Segunda, 04 Agosto 2014 21:20

A crise no BES e o futuro incerto do BESA

A Economia Internacional tem vindo a registar sucessivas crises de Bancos Internacionais que obrigaram a intervenção dos Governos de muitos países para evitar o seu agravamento, desemprego e  distorções na Economia.

Domingo, 03 Agosto 2014 21:04

Um líder que faz acontecer

A Cimeira de Washington junta, no início da semana, meia centena de Chefes de Estado e de Governo a convite de Obama. Já foi anunciado que o tema central das discussões vai incidir na forma como cada Estado investe nas gerações do futuro.

Sexta, 01 Agosto 2014 04:11

Susan Rice, a ''mama'' África

A ex-embaixadora norte-americana na ONU e atual Conselheira de Segurança Nacional dos EUA, Susan Rice, fez ontem declarações sobre o presente estado das relações EUA-África no âmbito da Cimeira que se realiza na próxima semana entre os dois blocos em Washington. As mesmas podem ser conferidas no link abaixo.

O Banco Kwanza Invest, como todas as instituições económicas e financeiras do país, é a clara demonstração da força do poder absoluto do presidente que, graças a uma elevadíssima e cara operação de lavagem de imagem é “vendido” como pacificador, mas cujas políticas estão a aumentar o ódio, face à política de discriminação e exclusão.

No passado dia 10 de Julho do ano corrente, os principais Jornais e Imprensa Internacional publicavam aquele que foi o resultado do Estudo efectuado pela Consultora Internacional Mercer (2014)2, sobre as principais cidades do Mundo com um custo de vida elevado, o estudo teve como objectivo fulcral ajudar os Governos e grandes empresas multinacionais a avaliar o montante dos prémios a dar aos seus funcionários que estão em mobilidade internacional (ibid.).

É verdade que os países desenvolvidos não estão a investir em Portugal e que temos de ir buscar capital à China, a Angola e agora, pelos vistos, à Guiné Equatorial. Cabe-nos alterar estas circunstâncias em vez de nos rendermos a elas.

Página 273 de 293