Segunda, 25 de Outubro de 2021
Follow Us

Quarta, 22 Setembro 2021 21:58

Um estranho prémio de João Lourenço nos EUA

Os «povos» da Califórnia de Benguela e do Dubai do Namibe não se entusiasmaram com a notícia da descoberta do «ouro negro» nas plataformas marítimas das respectivas províncias. Não houve passeatas, maratonas, bebedeiras colectivas e explosões de alegria. Pelo contrário, há dúvidas, incertezas, raivas surdas e contestações, talvez mais estas do que aquelas.

Tanto os benguelenses como os namibenses temem que o carapau e a sardinha quem já lhes chega à mesa em poucas quantidades, venham a tresandar a petróleo ou, mesmo, a desaparecer. Ou ainda, no pior dos cenários, a exploração de crude venha a ser um somatório de desastres ambientais e marcar o fim de uma actividade secular, o principal sustento de milhares de famílias.

Mesmo sem terem sido consultados sobre as vantagens e desvantagens do crude, os benguelenses e namibenses estarão plenamente conscientes de que o petróleo não lhes trará melhorias na vida, à semelhança dos «povos» de Cabinda ou do Bengo. 

Para eles, o petróleo ajudou apenas a enriquecer uns poucos, ou seja, uma elite depredadora e arrogante, e atirou milhões para as sarjetas da miséria extrema, onde vivem com menos de dois dólares por dia.

Os mais lúcidos estranham essa apressada corrida ao petróleo quando sabem que mais anos, menos anos, o petróleo tende a dar lugar a outras fontes energéticas, mais limpas e economicamente menos onerosas.

Diz-se, à boca pequena, que a principal causa do afastamento da antiga titular do Ambiente terá resultado de desinteligências com o Titular do Poder Executivo (TPE) quanto à exploração do crude na bacia do Okavango, uma das maiores reservas ambientais do mundo.

A exploração do petróleo naquela região poderá significar a alteração de todo o ecossistema e a morte de milhares de animais que, ciclicamente, migram para aquelas à busca da sobrevivência.

É neste cenário de turbulência que o PR, que representa os angolanos para além das nossas fronteiras, recebeu em Washington um prémio pela Preservação do Ambiente... Será apenas pelos mangais? Estranho, nê?

Por Ilídio Manuel

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up