Sexta, 10 de Abril de 2020
Follow Us

Terça, 23 Mai 2017 17:22

Cláudio In substitui Mfunca Muzemba na lista de Deputados da UNITA

O Tribunal Constitucional (TC) publicou hoje, a lista dos candidatos apresentada pelos diferentes partidos políticos que pretendem concorrer às Eleições-Gerais, aprazadas para o dia 23 de Agosto próximo.

Como não podia deixar de ser, a lista do MPLA – partido no poder há mais de 40 anos, apresenta algumas novidades, sugeridas por José Eduardo dos Santos, o Presidente do Partido, que havia proposto reajustes na lista a apresentar ao Tribunal Constitucional.

Entretanto, face ao tão propalado reajustamento, o actual presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos, saiu da posição 11ª para a terceira. Já o director de Quadros da Presidência da República, Aldemiro Vaz da Conceição, que anteriormente figurava  como o número 97ª da lista, passou para a posição 72.

Porém, diferente do MPLA, a UNITA – maior partido na oposição desde 1992, não anunciou reajustes na sua lista de candidatos, mas realizou alterações. Pois, de acordo com as nossas fontes, Mfunca Muzemba, que ocupava a posição 75, foi substituido pelo jornalista da Rádio Despertar (RD), Cláudio Emanuel de Andrade Pinto, popularmente conhecido por Cláudio In.

As inesperadas alterações dos nomes da lista da UNITA, sem prévia comunicação pública que, obviamente, significaria transparência em todos os actos praticados pelo partido, estão a gerar várias suspeições e interpretações.

Portanto, a maka não reside somente por aí. Pois, para muitos, o director da RD, Emanuel Malaquias e o seu adjunto são intelectualmente capazes para figurar na lista dos maninhos, ao invés de serem ultrapassados por Cláudio In, que até se revelou incapaz de concorrer para o caldeirão máximo da agremiação juvenil da UNITA, a JURA, em 2010, embora fosse sua pretensão.

No caso vertente, dada a sua alegada incapacidade, bem como o seu complexo, alguns cogitam que Cláudio In tenha substituído Mfuca Muzemba da lista de deputados da UNITA, pelo facto de o jovem radialista ter sido, nos últimos meses, usado pela direcção do partido e da própria Rádio Despertar para promover insultos e calúnias (no seu programa de rádio) contra diferentes actores políticos dissidentes da UNITA, governantes e até jornalistas de outros órgãos. Outros ainda acreditam que Isaías Samakuva, presidente da UNITA, tenha trocado as peças de candidatos do partido, por coação de um dos seus filhos que é “amicíssimo” do radialista Claúdio In.

Correio da Kianda

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up