Quarta, 05 de Agosto de 2020
Follow Us

Domingo, 12 Julho 2020 17:52

Virgens arrependidas lançam – se em novos braços

José Eduardo dos Santos ao longo de sua trajectória enquanto líder da Nação e do MPLA não conheceu o rancor, nem sequer vingança contra os que existiam no seu círculo, prestou serviços à favor da maioria tendo sacrificado juventude e vida para o bem da Pátria.

Porém, foi o acaso que fez de Dos Santos numa vítima de todo o azar na terra, tendo entregue de bandeja o poder num verdadeiro vingador, que fez da vingança seu único meio de governar Angola.

JES armadilhou o seu próprio futuro, e colocou o dedo na ferida ao ter escolhido JLO para o substituir. A entrega do poder a um homem de origem congolesa e por sinal com um carisma estritamente vingativo só foi possível porque a sorte fechou – lhe as portas, e, Deus deu – lhe as costas, se Deus estivesse com JES não permitiria que JLO fosse o substituir, porque a ira de JLO contra JES anda acesa na sua gargante desde do tempo que foi afastado do MPLA em 2002.

Para quem vê – se desprovido de qualquer informação até mesmo “Bornito de Sousa” foi sacrificado por João Lourenço, em virtude deste último, ter defendido interesses que visavam a unidade no seio do Partido dos camaradas. João Lourenço na qualidade de um líder emprestado à Nação angolana pela pátria de Patrick Lumumba e de Joseph Kabila, cuja origem de seus ancestrais é inegável que tenha partido desta terra, entregou – se de corpo e alma em busca de uma satisfação que viesse materializar o odor do ódio que contagiou tão cedo o seu corpo.

Se por um lado em 2002 bateu com a porta do comité central do MPLA quando desafiou Dos Santos, e apresentou – se como sendo o único capaz de o substituir, porém Dos Santos lançou uma casca de banana que fez – lo tombar de imediato no tapete do Comité Central, tendo sido afastado do cargo que ocupava no Partido como Secretário Geral para a Informação, para ficar somente inserido no Governo em cargos de variada ordem na Assembleia Nacional, a sua mulher Ana Dias Lourenço apresentou – se em diversas alturas como concubina de JES, razão mediante a qual, a ira em JLO andava tão viva como nunca, tendo hibernando como uma cobra no inverno ao longo de vários anos, esperando por uma oportunidade para morder a sua vítima; facto esse que enganou ao não mais poder ser o seu ex – Patrão JES.

A infelicidade à JES chegou cedo. Com as mãos vazias de sorte, lançou o seu dedo indicador ao homem que jejuava em nome de satã (Diabo) para que o mesmo satisfizesse interesses que eram – lhe confessos: “perseguir o clã dos Santos, um dia”. JLO quis sempre substituir “JES”, faltou – lhe a sorte na tentativa de 2002, mas a raiva que o acompanhava, fez – lo permanecer em silêncio tremendo ao longo de variados anos, tentando manipular todas as variáveis para confundir o sujeito Patrão. JES deu o poder na pessoa errada, logo que JLO terá recebido o poder, acorreu à todos os esforços tentando pôr em prática o sonho de vingar – se pelo seguinte:

A) - Afastamento que teve por parte de JES em 2002 quando tentou substituir JES;

B) - Vingar – se de JES por ter namorado com Ana Dias Lourenço, antes do fraccionismo e depois do fraccionismo;

C)  - Vingar – se do isolamento político que teve de viver desde 2002, tendo considerado isso num verdadeiro deserto político.

Desde logo, JLO usando todos os recursos à seu dispor fez da vingança na única forma do seu governo, não se duvida que Manuel Vicente à quem pesa toda a culpa da crise económica que o País hoje enfrenta, por ter desbaratado todos os recursos financeiros da Sonangol (alavanca principal da economia angolana) deixando um boraco de mais de 50 biliões de dólares, seja transformado num grande líder por ser o braço direito de JLO no sector de economia, petróleo e gás.

Não se duvida que, Álvaro Sobrinho que desenvolveu avultados crimes fiscais contra o aparelho do Estado, tendo desviado mais de 800 milhões de USD, deixando o BESA de rastos, com um buraco de mais de 5,1 biliões de dólares, hoje passou a ser uma das figuras mais respeitadas do consulado de JLO.

Não obstante, Álvaro Sobrinho e Manuel Vicente, ambos, tiveram processos em curso em Portugal, são vistos na Diáspora como criminosos contra o aparelho do Estado, pesando neles variados processos, porém, os olhos de JLO mantiveram – se próximo destas figura, defendendo – as com dentes e unha pondo em casa a soberania da Nação Angolana.

Daí, a concepção de uma perseguição sem precedência ao clã dos Santos, enquanto isso, altas figuras do Estado que deixaram o País na desgraça passaram a ser totalmente protegidas, não justifica o combate contra a corrupção, encerra – se aqui uma justiça totalmente selectiva e vingativa, porque escolhe os seus alvor para torná – los arguidos e apresentá – los nas barras do tribunal.

Álvaro Manuel de Boavida Neto, ex – Governador do Namibe e do Bié tempo de JES, envolvido em inúmeros crimes contra o aparelho do Estado, foi solicitado pelo regime de JLO à vir ao de cima para tentar manipular as variáveis, e dar a entender que não há perseguição no MPLA. Boavida Neto passou uma informação completamente falsa na TV Palanca sobre a luta contra a corrupção, fazendo das mentiras na única verdade para ser posta à circular no meio angolano.

Tentando com isso, confundir a opinião pública, e enganar o povo de que não há perseguição política, o que existe é justiça no MPLA. Boavida Neto disse que os seus colegas não estavam a colaborar no combate à corrupção, parece que Boavida Neto está completamente esquecido das falcatruas que realizou no Governo, tendo desviado mais de 30 milhões dos Cofres do Estado para as suas contas particulares.

É tanta cegueira que transformou – se num verdadeiro negligente que tem apenas olhos para ver os erros dos outros, enquanto isso, nunca terá se apresentado diante da justiça angolana, nem sequer terá repatriado o seu capital em divisa que está retido na Diáspora.

Boavida Neto foi a TV Palanca destilar todo o seu veneno contra o clã dos Santos, tendo afirmado não haver perseguição em Angola. Boavida Neto não ouve o clamor de Isabel dos Santos vítima de uma justiça imparcial que sem provas quer a colocar na barra do tribunal, enquanto isso, mais de 500 altas figuras que se enriqueceram de forma ilícita andam completamente protegidas por João Lourenço.

Boavida Neto esqueceu – se que existe muitos no seio do Partido, como ele mesmo que não repatriaram nenhum capital seu retido no estrangeiro, não se justificando que, Isabel dos Santos seja a única pessoa a ser vítima da justiça angolana e internacional.

No princípio do programa de combate à corrupção o Governo angolano afirmou que tem dificuldades para localizar as contas bancárias, e como  tal, a associação Mãos Livres, fez um trabalho de investigação, com determinadas organizações não só nacionais, mas também internacionais, tendo dado a sua contribuição, dispensando relatórios que vêm com todos os dados importantes, onde constam as contas bancárias, os valores retirados e, naturalmente, a transacção que foi feita dentro deste processo de corrupção.

Dos nomes do relatório constam “altas figuras” do anterior Governo angolano, entre elas, o ex-vice-Presidente, Manuel Vicente, o ex-Ministro das Finanças, José Pedro de Morais ou o antigo chefe da Casa de Segurança do PR angolano, general Hélder Vieira Dias "Kopelipa". Nesta lista constam mais de 500 pessoas, de lembrar que, tirando os 500 milhões de dólares de Londres do caso Zenu dos Santos, não há nenhum volume deste tamanho que tenha voltado para Angola, o dinheiro transferido por Boavida Neto para o estrangeiro e várias figuras do MPLA e do Estado Angolano, contando mais de 500 figuras, continua retido no estrangeiro.

A nossa pergunta é, face a esse drama porque é que JLO persegue apenas Isabel dos Santos? Não se percebe das excessivas motivações à perseguição à Isabel dos Santos, uma vez que, até mesmo o dinheiro de JLo e Ana Dias Lourenço, bem como dos filhos e familiares Lourenço encontra – se até então preso no estrangeiro, não tendo sido repatriado.

Com efeito, não há como descortinar uma mentira que pesa toneladas de falsidades, se não houvesse perseguição Edeltrudes que tornou – se numa figura completamente exposta em hasta pública, face a demonstração de provas palpáveis em processos que lesaram o Estado com o desfalque de milhares de dólares, não continuaria em frente da Secretaria Geral da Presidência da República como o Ministro mais influente do consulado de João Lourenço. Recentemente ficou provado que, a covid – 19 passou a ser um dos negócios mais rentáveis onde cada doente gastava por dia 50 mil kzs segundo os dirigentes, de recordar que a TV Zimbo teve a primazia de apresentar uma doente que permaneceu um mês no Calumbo, a mesma referiu que para além de um prato de arroz com feijão na mesa, chá com pão, antigripal e paracetamol não recebia mais nada para o tratamento da doença, pensa – se que é uma autêntica mentira quando se afirma que cada doente de covid – 19 gaste dos cofres do Estado angolano 50 mil kzs. Neste processo de superfaturamento pela covid – 19, encontram – se importantes figuras, que vivem à beira do poder soberano de JLO, e, aproveitam a nutrir os seus bolsos. Pedro Sebastião, Ministro de Estado e Chefe da Casa de Segurança da Presidência da República tem sido o sujeito e actor de variadas façanhas que visam colocar a sua pessoa sobre a posse de dinheiro adquirido à custa de uma doença que alarma o universo.

Mas ficam aqui perguntas cujas respostas, nem sequer de muletas serão capazes de cá chegarem, se há luta contra a corrupção, porque é que corruptos comprovados permanecem nos seus lugares, de pedra e cal, inamovível e sem ferrugem? Todos eles na era de JES levaram a vida inteira a endeusar JES, agora, aparecem à acusar Isabel dos Santos como sendo a única culpada da corrupção que todos eles cometeram no consulado de JES, querendo se transformar em vírgens arrependidas à lançarem – se em novos braços.

Por Amadeu Baltazar Rafael

Rate this item
(17 votes)

Log in or Sign up