Quarta, 05 de Agosto de 2020
Follow Us

Domingo, 05 Julho 2020 21:22

Boavida Neto: um corrupto a querer se passar de santo

O Ex-governador provincial ao longo de dezesseis anos no consulado de José Eduardo dos Santos, é, hoje, uma pedra angular utilizada por João Lourenço para opugnar os colegas de Partido com os quais terá praticado actos de corrupção ilimitados, enquanto dirigente do MPLA, e do País. Como um corrupto à esfera de “Boavida Neto” quer se passar de santo?

Na era do consulado de Kopelipa, Boavida Neto fez e desfez nesta República. De recordar que, Kopelipa era o Presidente sombra de Angola. Não podemos comparar as aptidões de Kopelipa com as de Miala, porque Miala é forte em serviços secretos, mas fraco em termos de governação, ora bem, Kopelipa é forte no sector da administração do Estado.

Miala é inteligente, mas seu foco não o Governo, são os serviços secretos, já Kopelipa é poderosíssimo em termos de administração de Estado e estratégia de Estado. Boavida Neto fez e desfez, na era de Kopelipa. Mas recordemos, Miala não supera Kopelipa em termos de governação, aliás, no âmbito de projectos de governo e estratégia de Estado, Kopelipa suplantou a todos, embora restaram nos seus ombros culpas pela corrupção que andou pendurada nos braços do País.

Era ele quem entrava e saía em Angola. Hoje com Miala no comando, o País anda à deriva, totalmente abandonado, desconhece – se do futuro, e, das diversas circunstâncias que nele advirão, no porvir. Fala – se mal de Kopelipa pela corrupção que terá tomado conta da nação, mas no sentido governativo, Kope suplantou até os ditos professores doutores em ciências políticas. Foi nesta época que, Boavida Neto fez e desfez, como todos fizeram, tendo construído fortunas à custa do Estado, e, hoje arrependido pela corrupção que tanto praticou aparece como uma virgem à querer lançar – se em outros braços.

João Lourenço agora utiliza uma outra pedra para tentar manipular a opinião pública. Boavida Neto é a nova figura eduardista que JLO está a usar para tentar disfarçar a perseguição imposta no regime do MPLA contra o clã dos Santos. Quando JES esteve em Angola, Boavida Neto, de tanta euforia foi ao jornal “expresso” onde não mastigou palavras sequer, e terá afirmado com toda ousadia de que era fiel à JES e jamais o teria traído. Não passaram dois anos desde que o “Simão Pedro do MPLA” afirmou que jamais negaria fidelidade à Dos Santos, tal quanto Pedro terá dito à Jesus. Hoje, Boavida Neto quer fazer – se de inocente e atirar – se contra os seus colegas de Partido.

Numa entrevista à TV – Palanca, Boavida Neto terá afirmado que, não é o Cda JLO que deve colaborar com os corruptos e gatunos do MPLA, mas sim, devem ser os gatunos e corruptos do MPLA que devem colaborar com o Cda Presidente JLO. Engana – se quem pensa que Boavida Neto é um santo, de santo não tem absolutamente nada.

Quando esteve em Namibe como Governador, Boavida Neto desbaratou os fundos do Estado para fins próprios. O caso “trinta milhões de kwanzas” de origem duvidosa destinados ao ex-governador Boavida Neto que, por engano do Banco de Poupança e Crédito (BPC), caíram na conta do cidadão Neto Tchiva Kata é um dos tantos crimes contra a administração pública cometido pelo homem que hoje é utilizado por João Lourenço para fazer crer que existe uma luta contra corrupção de facto.

Boavida Neto é corrupto e ladrão da pior estirpe, ao longo do seu consulado quer em Namibe como no Bié registaram – se enormes atropelos contra a administração do Estado, tendo dado um descaminho à milhares de dólares que eram destinados para o bem daquelas províncias. Face ao seu governo excessivamente corrupto a população da província do Namibe contestou em alto tom a sua governação tendo exigido ao MPLA que o retirasse em frente dos destinos da província do Namibe, porém, embora tenha roubado tanto, o cidadão hoje serve de ponte para tentar ligar os corruptos ao governo corrupto de João Lourenço, tentando se passar de santo, Boavida Neto é um outro corrupto e ladrão sem escrúpulo e sem moralidade que quer se fazer de santo.

Boavida Neto deveria ter vergonha em chamar corruptos e ladrões aos seus colegas, porque esse adjectivo recobre a sua péssima gestão que o caracterizou enquanto governador provincial do Namibe e do Bié. Boavida Neto deu um descaminho aos fundos do Estado enquanto dirigente do MPLA e governante do País.

Na pessoa de Boavida Neto pesam variados crimes contra a estrutura do Estado, recentemente, em gesto de exemplo, a ex-administradora do Chinguar, Beatriz Napende Diniz, alegou em Tribunal, que os actos que praticou no exercício das suas funções foram em cumprimento de ordens do ex-governador provincial do Bié, Álvaro de Boavida Neto. De recordar que, não é o único caso em que Boavida Neto terá colocado as suas mãos para os maquinar. uA ex-administradora do Chinguar, Beatriz Napende Diniz foi acusada de práticas de crimes contra o aparelho do Estado, por desvio ilícito de fundos públicos, peculato, associação criminosa, branqueamento de capitais, falsificação de documentos, participação em negócios, tráfico de influência, bem como fraude fiscal que terá envolvido variadas figuras do MPLA e do Governo Angolano, cujo âmbito visou um desvio de AKZ 296 milhões 711 mil e 773.

Por João Henrique Hungulo

Rate this item
(3 votes)

Log in or Sign up