Quinta, 03 de Dezembro de 2020
Follow Us

Quarta, 11 Março 2020 12:14

Africell tem 45 dias para assinar acordo e precisa de 18 meses para iniciar a operação

Foi o único candidato a formalizar uma proposta para operar a 4.ª licença da rede móvel. A empresa de origem libanesa está em quatro mercados - RDC, Uganda, Serra Leoa e Gâmbia. Tem no total 12 milhões de clientes activos.

O Ministério das Finanças, que coordenou o concurso da 4.ª operadora móvel, anunciou em comunicado que o vencedor foi a Africell , pois foi a única empresa que apresentou uma proposta para ficar com a quarta licença.

O mesmo comunicado refere que mais outras duas empresas - a MTN da África do Sul e o BAI Investimentos de Angola - adquiram as peças do concurso mas não formalizaram as suas candidaturas através da plataforma electrónica do Serviço Nacional de Contratação Pública, como estava estipulado.

De acordo com o regulamento, segue-se agora um período de 45 dias para fechar o acordo final, que começa com a apresentação da proposta técnica e financeira, que será alvo de análise e avaliação por parte da Comissão de Avaliação, considerando os critérios de adjudicação estabelecidos no Caderno de Encargos e nos Termos de Referência. Este acordo será já assinado pela entidade reguladora, o INACOM, detentor da licença.

Fará parte deste acordo o pagamento dos 120 milhões de dólares da licença, deverá nesta fase a Africell depositar 10 a 12% deste valor, sendo o remanescente negociado de acordo com o prazo de utilização da mesma, assim como ficarão calendarizadas as acções e o tempo previsto até ao início da operação, que será à volta de 18 meses, o que significa que os angolanos poderão ter acesso a uma nova operadora móvel no último trimestre de 2021. (...) Expansão

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up