Terça, 27 de Fevereiro de 2024
Follow Us
Angola 24 Horas

Angola 24 Horas

Jornalista Luis Carlos

Licenciado em Jornalismo e Ciências Sociais é Administrador do site Angola 24 Horas

[email protected]

Os bancos angolanos pedem um aumento da fiscalização no mercado informal de transação de divisas e rejeitam ligações às “kinguilas”, como são conhecidos estes agentes informais, referindo que operações cambiais decorrem também no mercado transfronteiriço.

Atrasos nas transferências de salários e dificuldades de pagamentos devido à falta de divisas prejudicam empresários e trabalhadores portugueses em Angola, que se queixam dos constrangimentos e impacto sobre os negócios, admitindo até o regresso a Portugal.

O analista angolano para questões internacionais Osvaldo Mboco considera que Angola tem condições para presidir à União Africana (UA), em 2025, devendo gizar uma agenda da paz “realista” para África.

Bancos angolanos reconheceram a pressão dos clientes pela falta de divisas nas suas operações, referindo que têm feito o possível para satisfazer as necessidades, perante a carência acentuada que se regista desde 2023.

Página 4 de 3822