Terça, 18 de Junho de 2024
Follow Us

Terça, 28 Mai 2024 23:42

Ministro da Defesa de Angola no Pentágono para aprofundamento da cooperação com seu homólogo americano

O Secretário da Defesa, Lloyd J. Austin III, deu hoje as boas-vindas ao Ministro da Defesa angolano, João Ernesto dos Santos, no Pentágono, para continuar as conversações iniciadas quando Austin visitou Angola em Setembro.

Austin disse que Angola é um parceiro estratégico dos EUA e um líder regional. Ele disse que os laços entre as duas nações estão se aprofundando e têm um enorme potencial.

A divulgação às nações africanas segue-se à Cimeira de Líderes EUA-África, que foi organizada pelo Presidente Joe Biden em 2022. Na cimeira, o presidente disse: “O sucesso de África é o sucesso do mundo”.

Desde essa reunião, os Estados Unidos continuaram o diálogo de alto nível com os parceiros africanos para promover os objectivos acordados pelos líderes.

Austin tornou-se o primeiro secretário da Defesa a visitar Angola. “Viajei para Angola pela importância da nossa parceria de defesa”, disse na reunião. “Estou orgulhoso de tudo o que fizemos juntos para aprofundar a nossa parceria, desde a segurança marítima à manutenção da paz, à política de defesa e muito mais.”

A relação militar entre as duas nações tem potencial para crescer, disse Austin, e falou especificamente sobre o fortalecimento da cooperação em segurança cibernética, bem como a potencial participação de Angola no Programa de Parceria de Estado da Guarda Nacional do Departamento de Defesa.

“Estamos ansiosos por trabalhar juntos para aproveitar esta oportunidade histórica para promover a paz, a segurança e uma governação responsável baseada em regras”, disse Austin. “E o Departamento de Defesa espera continuar a cooperação com Angola à medida que reestruturam e modernizam as suas forças armadas.”

Angola é líder entre as nações do continente. “O espaço geoestratégico e geopolítico em que Angola está inserida requer atenção especial devido às profundas complexidades históricas, geográficas, económicas e culturais da comunidade”, disse dos Santos ao secretário através de um tradutor. “A República de Angola está … focada numa agenda de prevenção e resolução de conflitos por meios pacíficos no diálogo interestadual.”

Rate this item
(1 Vote)