Terça, 03 de Agosto de 2021
Follow Us

Quarta, 23 Junho 2021 19:32

Corrupção: uma questão cultural ou falta de controle?

A corrupção, é um acto cometido pelos governantes corruptos, de maneira frequente, de cuja as consequências, mais graves e visíveis, são notáveis nos líderes, corruptos, que governam, os países, da África, Ásia e América Latina, onde vive o terceiro mundo.

A corrupção, não é percebida, no momento da sua ocorrência. Contrariamente, suas consequências, permitem a que nos percebamos, quando é que, numa determinada sociedade, grupo social, empresa etc., ocorre a existência da corrupção.

A corrupção, existe em todas as sociedades, incluindo nos países civilizados, ou do primeiro mundo. Porém, nos países civilizados, ou do primeiro mundo, as consequências da corrupção, geralmente, são quase inexistentes, ou invisíveis, em virtude, da corrupção, nunca ser generalizada, como acontece, nos países pobres, ou do terceiro mundo.

  Uma das grandes consequências, da corrupção, reside no desvio, ou na má aplicação dos fundos públicos, destinados aos desenvolvimentos, económico e social, por parte dos corruptos, e consequentemente, destruir, a capacidade dos governos, poderem oferecer os serviços mínimos, para as populações, dos países que governam.

Quando os corruptos, desviam os fundos públicos, para actividades improdutivas, criam a sensação da pouca crença dos seus liderados, aumentando as desigualdades, a exclusão, e, o aumento da violência, sendo a consequência, do verdadeiro custo doloroso, da corrupção, nas actuais sociedades modernas.

Na República de Angola, o nosso país, com um sem número de recursos naturais, com pouca população, se comparada com a grande dimensão do país físico, etc., etc. regime dos marxistas, encabeçado pelo MPLA, que governa o nosso país, desde a Independência, ou a mais de 46, longos anos a fio, por mais irónico que pareça, o MPLA, ou os do MPLA, adoptaram a corrupção, como sendo a sua principal ferramenta, para a governação de Angola.

Durante, os toda a governação dos Marxistas de Luanda, sempre e quando qualquer cidadão, seja nomeado para exercer, uma pasta governamental, por mais minúsculo que seja, sempre constitui, motivo bastante para investir numa festa de arromba, onde toda a família chegada, amigos etc., são chamados a celebrar, porque sabem que seu familiar, ou amigo, entra no sistema corrupto, ou na yula, dos MPLA, e que Como consequência, ele ficará bilionário, e com ele, os familiares, ou amigos naturalmente sob efeito dominó, ficariam eventualmente beneficiados.

Razão, ela qual quando o actual ditador, angolano, general João Lourenço, chegou ao poder, ali na Cidade Alta em Luanda, entrou com o slogan, segundo o qual, ele iria melhorar o que estava bem, e corrigir o que estava mal.

Porém, pouco tempo depois, o general João Lourenço, pressionado pelo sistema, corrupto institucional, autorizado pelos do MPLA, cedo perdeu a credibilidade, numa altura em que seu próprio, director do gabinete, Sr Edeltrudes Maurício Fernandes Gaspar da Costa, haver sido detectado a sacar mais de 20 milhões de dólares Norte Americanos, logo denunciado pelos Portugueses, de cujos os bancos Edeltrudes Costa, teria depositado o dinheiro, com o beneplácito do general João Lourenço.

Como consequência, ele o general, João Lourenço, ditador Angolano, agora tem caído em ridículos, sobre ridículos, incluindo, envolvimento da sua própria empresa, a Omatapalo que tem recebido, centenas de milhões de dólares Norte Americanos, de luvas, sem que Luanda.

Tenha alguma vez vindo a público dizer o quer que será aos Angolanos a África e ao mundo, particularmente aos países do mundo livre incluindo os Estados Unidos da América.

Logo, como consequência, o general João Lourenço, já perdeu toda credibilidade, por parte dos Angolanos e de toda comunidade Internacional.

Em virtude, do general João Lourenço, haver se transformado, agora num brutal corrupto, transformado, numa espécie de rei, ou Monarca, em Angola, razão pela qual quantas vezes, JLO,

nomeia, cidadãos, que ficam nos cargos, por apenas 15 dias, para logo, sem serem avisados, são simplesmente corridos, do governo, tomando conhecimento das suas exonerações pela televisão?

Que Deus abençoe Angola e a todos os filhos e filhas de Angola.

Por Orlando Fonseca, Hollywood Sul da Flórida USA

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up