Sexta, 17 de Setembro de 2021
Follow Us
Rate this item
(0 votes)

As autoridades angolanas intensificaram as medidas de restrição à liberdade de expressão, associação e reunião em 2013, levaram à justiça jornalistas e ativistas e realizaram prisões arbitrárias de manifestantes, divulgou hoje a Human Rights Watch (HRW).

Rate this item
(0 votes)

A Procuradoria-Geral da República (PGR) angolana negou que “Kopelipa”, “Dino” e Manuel Vicente fossem accionistas na Biocom – Companhia de Bioenergia de Angola, em parceria com a Sonangol e a multinacional brasileira Odebrecht. Mas do “site” de uma sociedade que envolve trio de altas figuras do regime angolano veio agora desmentido, afirma o ativista pró-transparência Rafael Marques de Morais.

Página 1887 de 1915

Log in or Sign up