Quinta, 23 de Mai de 2024
Follow Us

Sexta, 19 Janeiro 2024 16:48

Polícia prende no Cuanza Norte o líder de gangue suspeito de assassinar reitor Laurindo Vieira

Forças policiais capturaram, esta sexta-feira, no município do Lucala, província do Cuanza-Norte, cabecilha do grupo que assassinou na via pública o académico Laurindo Vieira, no passado dia 11, na zona do Patriota, Luanda.

José da Costa Pedro (Cabobo ou Famoso), de 36 anos de idade é apontado como proprietário da arma de fogo usada no disparo que vitimou o conhecido académico e analista político, Laurindo Vieira, de 60 anos.

De acordo com uma fonte do Comando Provincial da Polícia Nacional, o indivíduo  foi capturado na aldeia de Cahumbe, a 15 quilómetros da sede municipal do Lucala, na residência de um tio.

A captura resulta de denúncias de moradores, que notaram um cidadão estranho na residência.

José Pedro foi transferido para Luanda, onde será encaminhado às autoridades judiciais.

O sociólogo Laurindo Vieira foi vítima de disparos de arma de fogo, à saída de uma agência bancária, na zona do Patriota, município do Talatona (Luanda).

Recentemente, o SIC apresentou cinco outros prováveis implicados, três dos quais envolvidos directamente na acção. Trata-se de Hélder Ricardo Dala de Carvalho (Pambala ou Pampam), de 23 anos de idade e autor confesso do disparo, e Adriano de Jesus Fragoso Junior (Mula), de 33 anos, que controlava as pessoas que levantavam valores avultados nos bancos.

O terceiro indivíduo foi identificado como Raúl Francisco Domingos Gaieta (Raúl), casado de 36 anos, que desempenhava as funções de motorista do táxi personalizado da empresa UGO, usado na acção criminosa.

Os detidos revelaram o envolvimento directo de outros dois, concretamente Camaro, líder do grupo, e Caboba ou Famoso, condutor da motorizada usada na acção.

Laurindo Vieira foi o primeiro director do gabinete da primeira Provedora de Justiça Adjunta, membro do Comité Central do MPLA e exercia, até à altura da sua morte, o cargo de reitor da Universidade Gregório Semedo.

Natural de Dange-Quitexe, na província do Uíge, era graduado em sociologia e mestre em ciências da educação, pela Universidade do Porto, em Portugal.

O docente universitário conquistou reconhecimento pelo seu trabalho na área educacional e como comentarista da TV Zimbo e da TPA, onde emprestava o saber sobre assuntos de grande relevância social e política. 

Rate this item
(0 votes)