Quinta, 25 de Abril de 2024
Follow Us

Sexta, 12 Janeiro 2024 09:37

Bispo Alberto Segunda acredita que eleição do novo líder vai acabar com conflito interno na IURD

A Igreja Universal do Reino de Deus em Angola (IURD), vai contar com um novo líder, que vai ser eleito em Assembleia Geral, cujo processo de votação acontece nesta sexta-feira e sábado, em todo o país.

O anúncio foi em conferência de imprensa, realizada na quinta-feira, 11, pelo actual Presbítero Geral, bispo Alberto Segunda, que lidera a lista única.

Alberto Segunda salientou que a Assembleia Geral Universal não pode ser vista como victória de uma parte da Igreja, mas sim de todos os filhos da Universal, que ontem estavam desavindos e hoje podem congregar em uma só fé.

Na visão do Bispo Segunda, com a realização da Assembleia Geral “ficam para trás as famosas alas, os tumultos, os debates, as nomenclaturas, e todo tipo de hostilidade que em nada abonam a nossa fé e nem representam o nosso Deus”, disse para que “chamamos assim, todo povo para esta grande festa sem distinção”.

Alberto Segunda, que se compromete a congregar a todos que se reveem à “família Universal”, fez saber que “a intervenção do Estado angolano, não foi apenas oportuna, mas necessária para se pôr fim ao clima de incerteza que a Igreja Universal vivenciava, este esforço do Estado angolano deve ser considerado por todos como símbolo de paz unidade entre os irmãos da mesma fé”.

“As circunstâncias vivenciadas no passado, servem como elementos para reflectir para se evitar cenários iguais no futuro”, sublinhou o bispo, acrescentando que os fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus em Angola devem considerar a Assembleia Geral Universal “como o começo de uma nova etapa para todos os membros da Igreja Universal”.

O líder espiritual ressaltou que “esta nova etapa de paz e reconstrução da Igreja visa alavancar o ganho de almas, construção de escolas, centros médicos, cozinhas comunitárias, assistência social e cuidados aos mais vulneráveis”.

Alberto Segunda, que encabeça a lista única, esclareceu, lembrando que, como parte de cumprimento do “Acordo Conciliatório”, foi convocada a Assembleia Geral Universal para o dia 14 de Janeiro, e todos os membros da igreja universal, de acordo com ele “precisam participar neste grande acto solene, de acordo ao princípio da participação activa dos membros, conforme o Estatuto da Igreja Universal do Reino Deus”.

“Como está escrito: vós sois a luz do mundo, assim devemos dar o melhor exemplo de cidadania e organização, e mostrar para todos, que o amor, a esperança, a perseverança , sempre vencem o mundo”, afirmou.

Frisou igualmente que “aquele que atentar contra este grande acto solene da igreja, não quer paz, não quer unidade entre os irmãos, não quer harmonia na igreja e definitivamente não é membro da igreja”, pois para Alberto Segunda, “a igreja apela pela unidade, paz e harmonia entre os irmãos”.

Entretanto, o processo de votação que acontece nesta sexta-feira, 12, e no sábado, 13, em todo o país, onde mais de 50 mil membros eleitores cadastrados vão ter o direito de voto, cujas urnas abrem a partir das 7h00, com a previsão de encerramento às 18h00.

No domingo, 14, de acordo com agenda tornada pública, será apresentado publicamente o novo líder que será empossado no mesmo dia.

Rate this item
(0 votes)