Segunda, 27 de Mai de 2024
Follow Us

Sexta, 05 Janeiro 2024 17:16

Apreensão de navio angolano é “aviso” aos pescadores ilegais, diz Confederação de Pescas da Namíbia

A Confederação das Associações de Pesca da Namíbia (CNFA) saudou o aprisionamento de um barco de pesca angolano alegadamente envolvido em pesca ilegal em águas namibianas, afirmando ser um aviso sério a todos os que pretendem pescar ilegalmente nas suas águas.

A CNFA disse que a Namíbia perde anualmente quase 800 milhões de dólares devido à pesca ilegal e que a confiscação do navio angolano é um aviso e “um passo na direção certa” por parte das autoridades namibianas no combate à pesca ilegal”.

Três tripulantes do navio de pesca angolano Lucimar estão presos na Namíbia e deverão comparecer em tribunal no próximo dia 8 de Fevereiro sob acusação de pesca ilegal,.

Os três faziam parte de uma tripulação de 19 membros do navio apreendido pela marinha namibiana por pescal ilegal nas águas territoriais namibianas.

Um porta voz da policia namibiana disse que o Lucimar foi interceptado no passado dia 19 de Dezembro 24 quilometros dentro das águas namibianas.

“Como parte da indústria de pescas apoiamos totalmente o ministério das pescas e todas as agências de protecção da lei nestas operaçôes”, disse o comunicado da CNFA que apelou “a todos os namibianos para fazerem o mesmo”

O capitão identificado como sendo José Rodrigues, o engenheiro de bordo Charl le Corre e Mateus Ambrósio de nacionalidade angolana foram detidos e formalmente indiciados tendo comparecido em tribunal no dia 19 de Dezembro.

Nessa audiência foi lhes negada fiança pelo que o tribunal ordenou a sua detenção e o caso foi adiado para o próximo dia 8 de Fevereiro.

Os três faziam parte de uma tripulação de 19 membros dos quais 15 15 angolanos, dois sengaleses, um sul africano e um português. VOA

Rate this item
(0 votes)