Domingo, 03 de Dezembro de 2023
Follow Us

Quarta, 05 Janeiro 2022 21:23

Cidadão Civil dado como morto no incidente entre policiais está vivo e recupera satisfatoriamente

O Ministério do Interior, disse que algumas plataformas digitais davam como morto o cidadão, António Mendes Sacamango, vítima de uma bala perdida, resultante do incidente ocorrido no dia 01 de janeiro, nas imediações do portão número 3 do edifício sede do Ministério do Interior, que culminou com a morte de três efectivos, duas como vítimas e uma como suicida.

No final da manhã desta quarta-feira, 05 de janeiro, o cidadão em causa, transeunte que foi atingido na parte superior das costas, entre o braço direito e o ombro, no dia do incidente que vitimou efectivos do MININT, compareceu, no posto médico do Ministério do Interior, para receber ajuda médica, momento que foi radiografado pelo GCII-MININT, cujo Director Nacional, Comissário, Waldemar José, na presença do médico em serviço, testemunhou que o cidadão em causa se encontra fora de perigo de vida, estando a recuperar satisfatoriamente.

Na sequência do incidente em causa, levantou-se entre os citadinos, o alvoroço de que, o cidadão que, no momento transitava pelo local e atingido por uma bala perdida, foi levado ao hospital, onde teria acabado por morrer.

Para dirimir tais dúvidas e comentários que não correspondem à verdade, o porta-voz do MININT, Comissário, Waldemar José, de acordo com uma nota enviada para Angola24horas, conversou com cidadão em causa, António Sacamango, no Posto Médico do MININT, para que este, de viva voz, esclarecesse sobre o que ocorreu, e qual o real estado da sua saúde.

Ao ser questionado, António Sacamango referiu que no dia do incidente estava de passagem, em direcção ao seu local de serviço, momento em que, ouviu disparos e, por isso, baixou rente ao chão, no entanto, minutos depois, percebeu que havia sangue no seu ombro, tendo recorrido o corpo da guarda do MININT, informando que tinha sido atingido, facto que motivou a ser socorrido pela equipa de piquete no Posto Médico do Ministério do Interior que, prestou os primeiros socorros e, posteriormente, evacuou-o para o Hospital Josina Machel.

Coincidentemente, o médico que está de serviço hoje (5/1/2022), que acompanhou a entrevista do GCII-MININT, era o mesmo que esteve escalado no dia do incidente e que socorreu as vítimas ao hospital Josina Machel.

Falou em nome da equipa médica do MININT, o Dr. Alberto Santos Quileu, o qual esclareceu que o paciente recupera de forma saudável. "O paciente está a ser assistido na clínica da Endiama e nós, a partir de hoje, vamos fazer o acompanhamento directo ao cidadão. Vamos acompanhar, até que a sua saúde seja totalmente restaurada".

No final, o Comissário Waldemar José, porta-voz do MININT, reiterou que o Ministério do Interior vai, efectivamente acompanhar o caso do jovem e prestar o apoio necessário para que este recupere na totalidade. "O Ministério do Interior, além de prestar todo o auxílio às famílias dos efectivos que perderam a vida no dia do incidente, também vai proceder o acompanhamento ao cidadão António Sacamango", garantiu.

Rate this item
(0 votes)