Sexta, 28 de Janeiro de 2022
Follow Us

Sexta, 03 Dezembro 2021 15:43

Juiz exige que defesa do bispo Honorilton Gonçalves se retrate perante David Mendes

O juiz da causa que está a conduzir o julgamento dos dirigentes da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), com início a 18 de Novembro último, Tutti António exigiu que os advogados de defesa do bispo Honorilton Gonçalves, se retratassem perante o advogado e parlamentar David Mendes.

O juiz, terá ainda avançado que, em caso de a defesa não o fizer, este seria obrigado a consignar esta conduta em acta e remeter às autoridades competentes.

Os pronunciamentos do Juiz Tutti Quieleca António, surgem, segundo reportagem à RNA, em consequência da conduta dos Advogados de defesa do arguido Honorilton Gonçalves, que não terão contido gargalhadas perante o tribunal quando David Mendes, solicitou ao Juiz que consta-se na acta o facto de o ex-responsável da IURD-Angola, Honorilton Gonçalves o ter tratado de criminoso.

Para David Mendes, a atitude insultuosa de Honorilton Gonçalves figura-se em grave ofensa contra dignidade do também Deputado, o que o levou a afirmar à imprensa que valeu a sorte de o Honorilton Gonçalves ter fugido no instante, quando o teria esbofateado inevitavelmente.

Assim, a conduta dos advogados de defesa do arguido em causa, não agradou ao Juiz da Causa, Tutti Quieleca António, que exigiu dos representantes legais a retratarem-se perante David Mendes, caso contrário levaria o ocorrido ao conselho de ética dos advogados de Angola.

"Quando os Doutores adoptam uma conduta como esta, não é que estejam a faltar com respeito ao Doutor David Mendes, estão a reduzi-lo e humilhá-lo perante o tribunal. Eu esperaria de Vossas Excelências um pouco mais de respeito", disse Juiz Tutti António.

Na ocasião, pediu aos advogados, enquanto adultos que se retratem perante David Mendes, porque ao contrário seria obrigado a consignar a conduta em acta e remeter às autoridades competentes para que sejam chamados à responsabilidade pela comissão de ética dos Advogados de Angola.

Por sua vez, Honorilton Gonçalves, quando chamado à sua defesa, esclareceu à Rádio Luanda, que terá havido, na altura dos factos um mal entedido e que David Mendes está equivocado.

Vale lembrar que, o julgamento em causa tem como arguidos os Bispos Honorilton Gonçalves de nacionalidade Brasileira, Miguel António Ferraz, angolano e outros, que fazem o total de 5 arguidos para além de cerca de 100 declarantes.

Os arguidos, são acusados nos crimes de associação criminosa, burla por defraudação, branquemento de capitais, violência doméstica e repatriamento ilícito de capitais.

Segundo soube muito recentemente Angola24horas, de fonte próxima à IURD, as empresas do ramo de construção civil que actuam em Angola, nomeadamente, Teixeira Duarte e Soares da Costa, estão entre as empresas usadas no repatriamento ilícito de capitais, de Angola para a República Federal do Brasil.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up