Quarta, 20 de Outubro de 2021
Follow Us

Quinta, 23 Setembro 2021 22:06

IURD Angola: Campanha solidária “Setembro sem fome” beneficia mais de um milhão de famílias necessitadas

Mais de um milhão de pessoas que passam por necessidades, em Luanda, vão beneficiar de cestas básicas da Igreja Universal do Reino de Deus em Angola (IURD), no quadro de uma campanha denominada “Setembro sem fome”.

A campanha de arrecadação de bens alimentares não perecíveis foi lançada oficialmente nesta quinta-feira, 23, cujo acto de distribuição acontece no sábado, 25, na capital do país.

O responsável da IURD explicou ao portal Angola 24 horas que, os alimentos arrecadados serão doados, em cinco pontos de Luanda, nomeadamente Bairro lixeira (Distrito Urbano do Nova Vida), Comuna do Calumbo, povoação de Camizumba (Distrito Urbano do Bela Vista), Casa da Juventude e Mbonde Chapé e nas demais províncias.

Segundo os responsáveis da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), a campanha “Setembro sem fome”, visa alcançar colher aproximadamente 250 mil cestas básicas, que correspondem cerca de um milhão e duzentos e cinquenta mil cidadãos beneficiários.

O líder da IURD em Angola ligada a “ala” brasileira, bispo Alberto Segunda, na abertura do lançamento do acto, disse que à imprensa que a sua congregação religiosa é uma instituição, cujo fim último é pregação do evangelho, levando as pessoas ao encontro de Deus na vertente espiritual.

De acordo com o bispo, após o impacto da pandemia da Covid-19, em Angola com destaque essencialmente as famílias provocou o desemprego, fraco poder de compra e fome.

Alberto Segunda referiu que, diante do impacto da pandemia, o Governo angolano por si só encontra sempre dificuldades de vária ordem, e que , apesar dos templos da Igreja Universal do Reino de Deus estarem temporariamente encerradas, demonstra ser parceira do Estado e está comprometida com as causas sociais.

“Foi neste âmbito e movidos pelo espírito solidário, que a direcção da IURD, lançou o apelo aos seus pastores, obreiros, jovens, membros, amigos, simpatizantes e toda população em geral, a abraçar a causa de recolha de alimentos não perecíveis para realização da meiga campanha de doações de alimentos, denominada “Setembro sem fome”, sustentou.

Alberto Segunda revelou que, se não fosse o encerramento dos templos, a igreja teria maior possibilidade de recolher maior número de doações.

“De realçar que, este evento decorre numa altura em que, os templos da IURD se encontram encerrados em todo o território nacional, senão, de certeza alcançaríamos maior número de pessoas e famílias do que o prognosticado na presente campanha”, disse o líder espiritual.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up