Domingo, 26 de Mai de 2024
Follow Us

Quinta, 14 Março 2024 13:03

SG da JMPLA diz que aspirantes ao cargo "já começaram a sair da toca para enganar militantes e a sociedade"

Nas vésperas da preparação do IX Congresso Ordinário da JMPLA, que terá lugar em Novembro deste ano, o seu secretário nacional, Crispiniano dos Santos, afirmou que por desconhecimento das normas e por desrespeito das regras de funcionante do partido e de modo particular da JMPLA, muitos "já começar a sair da toca para enganar a sociedade e os militantes menos atentos".

O secretário nacional da JMPLA fez esta afirmação esta quarta-feira, 13, durante VI reunião ordinária desta organização, referindo-se aos aspirantes ao cargo máximo desta organização, durante o conclave de Novembro.

"Infelizmente, por desconhecimento das normas e por desrespeito das regras de funcionamento do nosso partido e de modo particular da JMPLA, muitos já começaram a sair da toca para enganar a sociedade e os militantes menos atentos, dizendo que são melhores do que os verdadeiros militantes, que respeitam as estruturas e os órgãos democraticamente eleitos aos vários níveis", disse Crispiniano dos Santos.

"A estes nós reprovamos, porque não é isso que se aprende aqui na nossa JMPLA, a nossa verdadeira escola de transformação política e social. Temos de parar de simular competências só para atingir cargos e depois deixar os problemas dos jovens ao relento", acrescentou.

Uma fonte da direcção do MPLA disse ao Novo Jornal que a JMPLA precisa de um líder "muito interventivo", para fazer face ao secretário nacional da JURA, braço juvenil da UNITA, Nelito Ekuikui, que, nos últimos dias, leva a cabo uma forte campanha de mobilização da juventude, sobretudo na capital.

Nelito Ekukui, na altura como secretário provincial do "Galo Negro" na capital, teve um papel preponderante para derrotar os "camaradas", obtendo três dos cinco deputados eleitos no círculo provincial.

"Já não podemos perder na capital. Por isso, o futuro líder da JMPLA tem de ser um quadro muito interventivo, para virar o actual quadro", acrescentou a fonte.

A nível da JMPLA, segundo apurou o Novo Jornal, os nomes de Justino Capapinha, Hemingarda Fernandes, Sebany Gaspar, Daniela Bragança e Tito Cambanje são apontados como possíveis candidatos ao cargo de secretário nacional desta organização juvenil do partido no poder.

Refira-se que o líder da JMPLA foi eleito no VIII Congresso realizado em 2019. NJ

Rate this item
(1 Vote)