Sexta, 21 de Junho de 2024
Follow Us

Terça, 14 Março 2023 22:27

Candidatos à liderança da JURA evocam alternância, objectivo supremo da UNITA

BENGUELA - O braço juvenil da UNITA, JURA, escolhe no V Congresso que decorre de quarta-feira, 15, a sexta-feira, 17, o seu novo líder, entre Manuel Armando "Nelito" Ekuikui e João Lukombo, num exercício que ambos evocam de alternância na organização.

De secretário da UNITA na província de Luanda, onde venceu o MPLA nas últimas eleições gerais, a candidato a secretário-geral da JURA, o deputado Nelito Ekuikui afasta a ideia de um recuo na sua trajectória política e prefere valorizar a luta por um movimento juvenil capaz de correr pela alternância no país.

O segundo candidato à liderança da organização, João Lucombo, também com foco na alternância em Angola, está confiante numa vitória a 17 de Março, sem receios dos feitos de Ekuikui no último pleito eleitoral.


No seguimento da sua campanha eleitoral, Nelito Ekuikui garante que tem seus sonhos, à semelhança do que fez um dia o activista americano Martin Luther King.

“Não penso que esteja a descer ou mesmo a subir, cada liderança é uma, os indivíduos é que tornam importantes os cargos. Vou para uma posição onde me sinto confortável, tudo farei de forma positiva no alcance da alternância política em Angola, e Luanda não determinou isso”, refere o candidato, acrescentando que “tal como Luther King teve um sonho e concretizou durante muito tempo … a juventude deve ser a autora da construção da sua vida, seu patrimônio, o MPLA vai continuar a não oferecer nada”.

João Lucombo, outro candidato a secretário-geral da JURA, aposta na inclusão para chegar ao cargo.

“Porque ser secretário-geral é também ser o representante número um da juventude angolana, daí que a nossa missão vão ser preparar para que juntos consigamos caminhar rumo à alternância do poder e na defesa dos interesses dos jovens nas instituições do Estado. Haverá supressa, vamos tomar posse, não estamos aqui para embelezar o cenário”, assume Lucombo.

No congresso que decorre de 15 a 17, o actual secretário-geral Agostinho Kamuango não concorre à sua sucessão. VOA

Rate this item
(0 votes)