Segunda, 05 de Dezembro de 2022
Follow Us

Segunda, 11 Julho 2022 21:11

Resultado não oficial: Autópsia afasta envenenamento de José Eduardo dos Santos

Os resultados provisórios apresentado pela imprensa pelo governo angolano dão conta que autópsia ao corpo do antigo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, realizado sábado pela equipa médica do Instituto de Medicina Legal da Catalunha (Espanha) afasta qualquer possibilidade de envenenamento como a causa da morte.

A informação foi avançada esta segunda-feira ao Jornal de Angola e à TVZimbo, em Barcelona, pelo Procurador-Geral da República, Hélder Pitta Grós, que integra a delegação angolana que se encontra neste país para tratar do processo de transladação do corpo do ex-Presidente da República.

O pedido de autópsia foi feito por uma das filhas, Tchize dos Santos, após a confirmação da morte pelo corpo clínico.

O antigo Presidente da República morreu, aos 79 anos, na passada sexta-feira (8), vítima de doença, em Espanha

José Eduardo dos Santos chegou ao poder em Setembro de 1979, na sequência da morte do Primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto.

Ocupou as funções de Presidente da República durante 38 anos, até Setembro de 2017, altura em que foi sucedido pelo actual Chefe de Estado, João Lourenço.

Além de Presidente da República, foi Comandante-em-Chefe das Forças Armadas Angolanas (FAA) e Presidente do MPLA, partido que governa o país desde a proclamação da independência nacional, a 11 de Novembro de 1975.

Da sua ficha política consta, ainda, o cargo de ministro das Relações Exteriores, e outras funções no Estado e no MPLA.

Conduziu o processo que culminou com a assinatura dos Acordos de Paz, a 4 de Abril de 2002, na sequência da morte do então líder fundador da UNITA, Jonas Savimbi.

Rate this item
(0 votes)