Terça, 24 de Novembro de 2020
Follow Us

Quinta, 29 Outubro 2020 09:56

Bombo molhou: Angola ficará ainda pior em 2021

Angola marcha num passo arrítmico rumo à um colapso da sua economia nacional, tal evidência é resultante de um descalabro da governação de JLO caracterizada por um desenvolver apressado no número de problemas de natureza nacional, sem faculdade alguma de buscar soluções as variadas adversidades de natureza sócio – económica que têm por berço Angola.

 A governação de JLO corresponde ao cúme da decepção total, sem primazia de dar à melhoria da qualidade de vida do povo angolano tanto ousada ao longo das campanhas eleitorais realizadas pelo Dono Disto Tudo. Há uma hiperinflação da cesta básica e dos demais recursos que compõem as necessidades fisiológicas do homem.

O ensino, a saúde e demais esferas que representam o pilar de qualquer sociedade avançada encontram – se ofendidos nos seus pilares, não havendo qualidade alguma no exercício de tal desiderato. Os angolanos persistem numa subsistência maquistada por necessidades de vária índole, dentre as quais figuram a falta de transportes públicos, meridia precária, desaparecimento da sociedade média, aumento da carência de vida do povo angolano, falta de oportunidade de empregos, degradação progressiva da economia nacional, escassez dos fundos públicos, aumento da corrupção, desvio do dinheiro do Estado para fins que caracterizam as grandes aspirações dos governantes do novo Executivo. JLO representa a figura central do aumento do sofrimento do povo angolano, de Cabinda ao Cunene e do Mar ao Leste.

A economia em Angola apresenta indicadores deploráveis, porém, o pior está por vir, o futuro que nos aguarda diz que a economia angolana estará algemada num colapso inevitável, enquanto isso, o FMI preserva uma recessão de 4,2% em 2020 e um crescimento de 3,4% em 2021.

As nossas análises permitem – nos afirmar que, em 2021 Angola não registará crescimento económico tal quanto o FMI refere, Angola continuará entregue à desgraça, à Deus dará, sem eira, nem beira, à sua sorte. JLO desprovido de qualquer solução aos variados problemas que assolam o País, está muito longe de responder as variadas circunstâncias de natureza económica que se avizinham. Aliás, o País, encontrar – se – á de joelhos vergados face a turbulência de natureza económica que lhe assola, deixando a nação encoberta pela sombra do sofrimento imparável.

De JLO não se deve esperar absolutamente nada, desde o ponto de vista de melhoria do “status quo” hodierno, é daquelas coisas que dura para sempre, JLO não é factor de resolução dos problemas que assolam a nação, quem isso espera acontecer, está redondamente enganado. O que se aguarda de JLO é sem sombras de dúvidas a recrudescência da economia sem melhoria das suas características, com agravamento dos indicadores sócio – económicos do País. A governação de JLO não aspira fé, nem sequer entusiasmo, no que toca a melhoria dos indicadores sócio – económicos do País. Sua governação é mãe de todo o sofrimento, faz parir no País tanta desgraça como musgos que crescem de forma progressiva em troncos velhos, como bolor sobre cascos perdidos num ermo.

 É das mais deploráveis governações que o mundo é capaz de oferecer à humanidade, cujo teor não é capaz de oferecer nenhuma forma de soluções aos variados problemas que nela se envolvem. Aliás, ao invés de solucionar os problemas, JLO tem a peculiaridade de os agravar.

JLO não é mestre em história militar, mas sim, mestre em aumentar problemas, em vez de encontrar soluções. Não tem absolutamente nenhuma solução aos problemas de fórum nacional. Entre os variados problemas de natureza nacional citam – se os seguintes:

a)- Corrupção;

b)- Nepotismo;

c)- Abuso de poder;

d)-Branqueamento de capitais;

e)-Crise económica;

f)- Hiperinflação da moeda estrangeira com hiper-desvalorização da moeda nacional;

g)- Desemprego gritante;

h)- Criminalidade infanto – juvenil;

i)- Aumento da fome e do número de pessoas que fazem do lixo na única forma de subsistência;

j)- Ensino sem qualidade;

k)- Assistência hospitalar sem qualidade;

l)- Desaparecimento progressivo da sociedade média em Angola;

m)-Hiperinflação dos ingredientes que compõem a cesta – básica e demais recursos de primeira necessidade;

n)- Ausência total de agricultura que saiba responder às necessidades quotidianas do povo; etc, etc, etc…

Dentre os problemas acima descritos nenhum dos quais foi solucionado por JLO, aliás, JLO em vez de buscar soluções aos variados problemas que assolam a Nação Angolana somente fez do País num verdadeiro reservatório de problemas cujas soluções não se encontram escritas nem sequer no livro dos segredos dos deuses.

Com o aqui abordado pode – se afirmar de viva voz que, o futuro não nos há-de reservar nenhuma mudança no âmbito da magnitude de circunstâncias sócio – económicas que dispõem a República, aliás, Angola está à passos estugados rumo à um colapso económico inevitável.

Nos avizinham momentos escabrosos, marcados pela falência progressiva de todo tecido económico. Para tal, Angola precisa de buscar formas de poder confrontar o dilema econômico que lhe aguarda no porvir, tal não será possível com líderes que fazem da ditadura na única forma de governar um País, líderes da esfera de JLO que têm os nervos saciados de raiva pelo passado, líderes que a única forma que têm de governar é exonerar e acusar o passado que eles mesmos viveram, líderes que fazem do orgulho e da ganância na única forma de governo, esses líderes não são modelo de nenhuma mudança, aliás, geram apenas atrocidades e decepções no âmago da sociedade de qualquer natureza, prometem km e nem sequer cms sabem realizar.

Por João Henrique Hungulo

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up