Quinta, 19 de Mai de 2022
Follow Us

Sexta, 27 Setembro 2019 00:03

Yannick Afromam vence Top dos Mais Queridos 2019

Depois de ter ficado em segundo lugar na edição de 2009, o músico angolano Yannick Afroman conquistou, esta quinta-feira, pela primeira vez, o concurso musical Top dos Mais Queridos, com a música "Bakongo".

Tema do seu mais recente disco "Outros Mundos", lançado em Dezembro de 2018, a música faz referência à importância da valorização da cultura e das tradições angolanas, sem distinção de etnia.

Com esta vitória, o artista, que obteve 8.583 votos, entrou também na história do Top dos Mais Queridos ao tornar-se no primeiro artista rap a conquistar o galardão.

Yannick obteve, como prémio, dois milhões de Kwanzas, diploma e um galardão.

O segundo lugar foi ocupado por Bessa Teixeira e em terceiro ficou Gerilson Insrael.

Historial de Yannick

Manuel Ngombo “Yannick Afroman” começou a carreira em 1989, em Paris (França), fazendo free-style. Voltou para Angola em 1995, onde se juntou a Mumu e Kitess, dando origem ao grupo Afroman.

Em 1999, com a estreia da música promocional não comercializada "Tá Calor", o grupo rápido conquistou um espaço entre o público, pela primeira vez fora da comunidade Hip-Hop.

Daí, as portas abriram-se para Afroman, que é hoje um dos músicos mais populares em Angola. Bateu recorde, a 21 de Dezembro de 2008, de CD mais vendido até a data no país, com 15 mil cópias comercializadas, e consequentemente com o concerto com mais assistência até então, mais de 22 mil pessoas, em 7 de Fevereiro no Estádio dos Coqueiros.

Tem no mercado os discos Mentalidade, Terra-a-terra e Outros Mundos.

Natural do Uíge, Yannick tem na sua galeria os prémios de Melhor Rap 2001/2003 e 2009 (Rádio Luanda) e, em 2009, ficou em segundo lugar no Top dos Mais Queridos.

Nos 37 anos de existência do Top dos Mais Queridos, a organização a cargo da Rádio Nacional de Angola (RNA) foi ao baú das recordações buscar temas como Tambula ó saia, tchiungue, cidrália, morainha, namulelunu, alepi, eye né, kalamaxinde, sulula que marcaram e continuam a marcar a história da música angolana.

Sob o acompanhamento instrumental da banda FM, o palco do Centro de Conferências de Belas, local escolhido para a consagração do mais querido músico angolano do ano 2019, viu desfilar algumas das referências da música angolana, com particular destaque para Dom Caetano, Calabeto, Patrícia Faria, Ary, Kyaku Kyadaff, Beto Bungo, Moniz de Almeida, Sabino Henda, Flay, Legalise, Acácio, Cândido e Walter Ananás, Duo Canhonto.

Para além da vertente musical, à noite de gala do top ficou ainda marcado com a homenagem de algumas figuras ligadas a génese do Top dos Mais Queridos, nomeadamente Paulo Araújo, a título póstumo, João Miguel Chagas e Sérgio de Carvalho.

O Top dos Mais Queridos é um evento anual criado em 1982 com o intuito de promover a música angolana e elevar a cultura e a arte.

Rate this item
(0 votes)