Quinta, 23 de Mai de 2024
Follow Us

Quarta, 10 Abril 2024 19:07

Israel: Líder do Hamas acusa Telavive de matar três dos seus filhos

O líder supremo do grupo islamita Hamas, Ismail Haniyeh, acusou hoje Israel de matar três dos seus filhos num ataque aéreo na Faixa de Gaza, num "espírito de vingança e assassínio".

Segundo os relatos, Hazem, Ameer e Mohammed Haniyeh foram mortos, juntamente com outros membros da família, no ataque perto do campo de refugiados de Shati, na cidade de Gaza.

"O inimigo criminoso é movido pelo espírito de vingança e de assassínio e não valoriza quaisquer normas ou leis", afirmou o líder em entrevista telefónica à cadeia televisiva Al Jazeera.

"Com esta dor e sangue, criamos esperança, um futuro e liberdade para o nosso povo, a nossa causa e a nossa nação", disse Haniyeh, num comunicado.

O líder do grupo também afirmou que os assassinatos não pressionariam o Hamas a suavizar as suas posições, quando os dois lados têm estado em conversações para uma trégua no conflito que dura há mais de seis meses no enclave palestiniano.

"Qualquer pessoa que acredite que atacar os meus filhos levará o Hamas a mudar de posição está a delirar", acrescentou.

Num comunicado, o Movimento de Resistência Islâmica (Hamas) confirmou também a morte de quatro netos do líder do grupo islamita palestiniano.

O ataque atingiu veículos em que viajavam membros da família de Ismail Haniyeh, segundo a Al Jazeera, que transmitiu imagens desfocadas de cadáveres e corpos, apresentando-os como sendo os das vítimas.

Haniyeh disse que os seus filhos "foram martirizados no caminho para libertar Jerusalém e a Mesquita de Al-Aqsa".

O ataque teve lugar no primeiro dia do feriado Eid al-Fitr, que marca o fim do mês de jejum muçulmano do Ramadão.

"Este derramamento de sangue nos tornará ainda mais firmes nos nossos princípios", afirmou o líder do Hamas.

Não houve reação imediata do exército israelita.

Haniyeh deixou Gaza em 2019 e vive no exílio no Qatar.

O principal líder do Hamas em Gaza é Yehya Sinwar, que planeou o ataque de 7 de outubro a Israel que desencadeou a guerra em Gaza.

Rate this item
(0 votes)