Quarta, 05 de Agosto de 2020
Follow Us

Segunda, 11 Mai 2020 16:27

Parte do Bairro Hoji-Ya-Henda está isolado a partir de hoje - Ninguém entra ninguém sai

Com o aumento de casos de transmissão local do Coronavírus/Covid-19, de 16 para 18, nas últimas horas, a Comissão Multissectorial isolou, esta segunda-feira, 11, parte do Bairro Hoji-Ya-Henda, no município do Cazenga, soube o Novo Jornal de fonte policial.

Segundo a fonte, as forças de defesa e segurança, por orientação da Comissão Interministerial para Resposta à Covid-19, isolou parte do Bairro Hoji-Ya-Henda, onde no passado dia 2 de Maio um cidadão comerciante da Guiné-Conacry, residente em Luanda, testou positivo e infectou outras cinco pessoas, ficando conhecido como o "caso 31".

Ontem, durante a habitual conferência de imprensa de actualização de dados da pandemia no País, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, informou que a maior parte dos infectados são estrangeiros que coabitavam com o "caso 31", no Bairro Hoji-Ya-Henda, um bairro com forte presença de estrangeiros africanos.

Sílvia Lutucuta, que também é porta-voz da Comissão Interministerial para Resposta à Covid-19, referiu terem sido já tomadas todas as medidas de Saúde Pública, tendo-se colocado em quarentena institucional os cidadãos que tiveram contactos directos com o referido "caso 31".

De referir que o "caso 31" tem a ver com um cidadão guineense, de 36 anos, que também chegou a Angola de Portugal, no vôo DT-653, de 17 de Março de 2020, sem, no entanto, obedecer à quarentena domiciliar.

Além do "caso 31", existe também o "caso 26", que se trata de um cidadão angolano, que veio de Portugal no dia 18 de Março, também não cumpriu a quarentena domiciliar e já infectou 13 pessoas, sendo a maior parte membros da sua família.

Por causa desses casos, ficam assim em cerca sanitária extraordinária, para conter a propagação da contaminação local do novo coronavírus (covid-19), as zonas do distrito urbano do Futungo, no município de Talatona, o Bairro Cassenda, na Maianga, e agora parte do Hoji-Ya-Henda, no Cazenga.

Rate this item
(2 votes)

Log in or Sign up