Sábado, 04 de Julho de 2020
Follow Us

Angola reduziu o número de carregamentos de petróleo que enviará para empresas estatais chinesas para saldar dívidas com Pequim, na tentativa de renegociar os termos de pagamento para lidar com o impacto devastador do coronavírus, disseram três fontes familiarizadas com o assunto.

Published in Economia

Governo angolano poderá vir a negociar a entrega direta de carregamentos de petróleo no alto mar à China para amortizar parte da dívida de 22 mil milhões de dólares. Mas recusa a cedência de ativos estratégico como está a acontecer noutros países africanos igualmente devedores do Estado chinês

Published in Economia

João Lourenço procura reestruturação da dívida, mas a China irrita-se com gestos de aproximação aos Estados Unidos

Published in Politica

O governo angolano justificou hoje a não retirada dos estudantes angolanos retidos em Hubei, na China, devido à covid-19 com “razões objetivas de contenção” face à necessidade de “evitar atitudes precipitadas” com “consequências imprevisíveis para o país”.

Published in Politica

As empresas chinesas em Angola registaram uma perda de 350 a 500 milhões de dólares (323 a 461 milhões de euros) devido à pandemia de covid-19, declarou o vice-presidente da Câmara de Comércio Angola-China ao Jornal de Angola.

Published in Sociedade
Página 1 de 3

Log in or Sign up