Sexta, 14 de Junho de 2024
Follow Us

Terça, 07 Mai 2024 10:42

BNA volta a intervir no mercado cambial com venda de 200 milhões USD para contornar falta de divisas

O Banco Nacional de Angola (BNA) anunciou hoje que vendeu 200 milhões de dólares (186 milhões de euros) na segunda-feira, montante adquirido por 17 bancos comerciais, a uma taxa média de câmbio de 843,53 kwanzas por cada dólar.

A medida visa contornar a falta de moeda estrangeira que tem se verificado desde o ano passado, já que os bancos passaram a ter acesso a menos divisas.

Segundo os analistas do departamento de pesquisa do Banco Millenium Atlântico, a venda pontual poderá ser justificada pelo aumento das necessidades do mercado.

Esta foi a primeira venda de divisas do BNA este ano e corresponde ao maior montante vendido desde junho de 2023, altura em que o banco central disponibilizou ao mercado 432,3 milhões de dólares (401,5 milhões de euros).

Nas negociações na plataforma da Bloomberg, a taxa de câmbio média ficou acima da taxa de câmbio oficial de 834 kwanzas face ao dólar, destaca-se ainda na nota dos analistas, consultada pela Lusa.

A taxa de câmbio do kwanza face ao dólar norte-americano registou uma ligeira depreciação em abril, de 0,17%, fixando-se em 834,06 kwanzas face ao dólar e registou uma apreciação mensal de 0,99% face ao euro, para 891,44 kwanzas.

O desempenho do kwanza “continua a refletir restrições na oferta de divisas ao mercado, sendo que, nos primeiros quatro meses do presente ano, a depreciação cambial ascendeu 0,7%, uma relativa estabilidade quando comparada à depreciação de 0,72% de igual período de 2023”, referiram os analistas.

A análise mensal do Atlântico indica que o mercado cambial informal apresentou “uma tendência alinhada à do mercado formal”, embora a diferença cambial tenha atingido uma média de 32%, no mês de abril, superior à meta de 20% que o governo estabeleceu no Programa de Estabilização Macroeconómica 2017-2018.

Quanto à oferta de divisas, o governador do BNA estimou uma oferta média de 600 milhões de dólares (557,3 milhões de euros) por mês, abaixo do montante médio mensal de 1,3 mil milhões de dólares (1,2 mil milhões de euros) vendidos em 2022.

“Contudo, os dados obtidos na Bloomberg revelam que a venda de divisas referente a abril de 2024 atingiu um montante de 668,3 milhões de dólares (620,7 milhões de euros), que representa um aumento mensal de 2,43%”, segundo a análise mensal do Atlântico.

Rate this item
(0 votes)