Terça, 16 de Julho de 2024
Follow Us

Sexta, 17 Fevereiro 2023 08:16

Brasil planeja investimentos ao longo do canal do Cafu no Cunene

O embaixador do Brasil em Angola, Rafael Vidal, informou esta quinta-feira, em Luanda, que a República Federativa do Brasil pretende desenvolver vários projectos agro-pecuários ao longo do Canal do Cafu, na província do Cunene, através de mecanismos de financiamento.

No quadro da estratégia de investimento do Brasil em Angola, para os próximos anos, o canal do Cafu foi definido como “carro chefe” do alargamento da cooperação entre os dois países.

Neste sentido, esclarece o diplomata, a saída de uma audiência com o ministro da Agricultura e Florestas, António Assis, inicialmente o Brasil pretende instalar dois ou três projectos agrícolas pilotos, brevemente, à margem do Cafu, em função do plano de necessidades que o Ministério da Agricultura apresentar brevemente.

Para o efeito, o Brasil está a constituir um mecanismo de financiamento para suportar os encargos dos projectos, a serem desenvolvidos neste canal do Cafu, e conta com o apoio Ministro da Fazenda brasileiro (Finanças) e do Presidente Lula da Silva.

Segundo o embaixador, é intenção do Brasil fortalecer a cooperação com Angola em agricultura, em concreto no crescimento da base produtiva, transformando a água em desenvolvimento económico.

“Vamos trazer desenvolvimento, tecnologias e transferir conhecimento, através de empresas brasileiras que desenvolveram um projecto similar no vale de São Francisco”, argumentou o diplomata brasileiro.

O embaixador brasileiro avançou que uma das maiores companhias de alimentos do mundo, a brasileira BRF, pretende instalar-se em Angola, nos próximos tempos, com uma fábrica de transformação de carnes brancas (frangos).

Relativamente à balança comercial entre o Brasil e Angola, o diplomata considera que pode ser melhorada, nos próximos tempos, numa altura que a mesma esta cifrada em mais de mil milhões de dólares.

No entretanto, o embaixador Rafael Vidal adiantou que o Presidente do Brasil, Lula da Silva, deverá visitar Angola entre Maio e Julho do corrente ano.

Já o ministro da Agricultura e Florestas, António Assis, garantiu criar condições para uma delegação mista de técnicos do ministério e quadros da Embaixada do Brasil, para um périplo de constatação e identificação das zonas potenciais para a implementação dos projectos agrícolas no país.

“Nas próximas semanas, uma delegação mista visitará as províncias do Cunene, Huíla, Huambo e Malanje para identificarem zonas para se desenvolver alguns projectos no quadro das iniciativas do Brasil”, indicou o governante.

Desde 2002, o Brasil investiu mais de 20 mil milhões de dólares na economia angolana.

 

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Sexta, 17 Fevereiro 2023 10:03