Terça, 25 de Junho de 2024
Follow Us

Agentes Polícia destacados pelo Comando Provincial de Luanda e do Talatona, para o controlo de terrenos em disputa com a empresa “Konda Marta”, na zona do 11 de Novembro, entraram em pancadaria neste sábado, 1 de Junho, com os camponeses que tudo fazem para impedir a usurpação e ocupação dos seus terrenos por supostos oficiais superiores da Polícia Nacional (PN) e das Forças Armadas Angolanas (FAA).

Published in Sociedade

O empresário Daniel Neto, director-geral da empresa “Konda Marta”, que litiga com oficiais superiores da Polícia Nacional e das Forças Armadas Angolanas, nos terrenos localizados no Distrito Urbano da Cidade Universitária, em Luanda, acusa o Comando da Polícia do Talatona de traçar nova estratégia para “invadir” nas primeiras horas desta quinta-feira, as camponesas que controlam os terrenos com vista a impedir os “invasores”.

Published in Ultimas Noticias

Esperança Paulo, camponesas de 80 anos, uma das vítimas da “violência policial”, em Luanda, na disputa de terrenos no 11 de Novembro entre altas patentes da Polícia Nacional (PN) e das Forças Armadas Angolanas (FAA), morreu na manhã de segunda-feira, 29 de Abril, em consequência da intoxicação de gás lacrimogêneo lançado na última acção dos efectivos do Comando Provincial de Luanda contra os camponeses da empresa “Konda Marta”.

A família da idosa, cujo funeral aconteceu nesta quinta-feira, 02, no Cemitério da Mulemba (cemitério do 14), revelou que a mesma sofreu, por duas vezes, a violência de agentes da Polícia Nacional na zona do 11 de Novembro, no Distrito Urbano da Cidade Universitária, quando em companhia das demais senhoras, tentava impedir a invasão de terrenos, que alegam ser das camponesas.

Published in Sociedade

As queixas sobre os conflitos de terras em Angola mais que duplicaram no primeiro trimestre deste ano, com mais de mil casos, comparativamente aos 500 registados em 2023, segundo dados da Provedora de Justiça angolana.

Published in Sociedade

Um grupo de efectivos da Polícia Nacional afectos ao Comando Provincial de Luanda (CPL) e do Talatona, são acusados de “nova invasão” aos camponeses que defendem as suas parcelas de terras no 11 de Novembro, no Distrito Urbano da Cidade Universitária, no município do Talatona.

Published in Sociedade
Página 1 de 5