Segunda, 15 de Abril de 2024
Follow Us

Terça, 31 Outubro 2023 19:48

Omatapalo vai erguer sete mil painéis solares no município de Cacuso

Um sistema fotovoltaico com sete mil painéis solares vai ser erguido, nos próximos tempos, na localidade de Quixinje, no município de Cacuso, Malanje, numa empreitada a ser levada a cabo pela empresa de engenharia e construção Omatapalo, de acordo com dados tornados públicos pela administração local.

A empreitada está a ser levada a cabo pela Omatapalo, que por essa altura está no terreno seguindo ao término do trabalho de desminagem e preparação das áreas que, anteriormente, estavam tomadas por minas, resultante do conflito de guerra no país.

Depois da operação de desminagem que se estendeu por dois anos, abrangendo uma área de nove milhões e quinhentos metros quadrados, a localidade de Quixinje, no município de Cacuso, celebrou a remoção bem- sucedida das minas.

Assim sendo, dado o êxito da missão naquela região a norte de Angola, a Omatapalo deverá implantar um sistema que deverá gerar energia limpa para a comunidade.

A área que vai receber a futura Central Fotovoltaica de Malanje, de 400 MWp, no município de Cacuso, tem uma extensão de aproximadamente 10 milhões de metros quadrados, terreno acessível através da es- trada de acesso à central hidroeléctrica de Laúca.

Com os trabalhos de desminagem concluídos, e com o anúncio do arranque das obras de instalação do sistema fotovoltaico com sete mil painéis solares, as várias ‘forças’ envolvidas na operação, nomeadamente o Governo de Malanje, as Forças Armadas de Angola (FAA), a Agência Nacional de Acção Contra Minas (ANAM) e a empresa Omatapalo participaram de ce- rimónias em que os organismos foram reconhecidos com diplo- mas que atesta a sua entrega no projecto de desminagem.

Rate this item
(0 votes)