Sexta, 14 de Mai de 2021
Follow Us

Segunda, 27 Julho 2020 23:21

Angola anuncia novo voo de repatriamento esta semana a partir do Porto

O governo angolano anunciou hoje a realização de um novo voo de repatriamento, a partir do Porto, para trazer cidadãos que se encontram retidos em Portugal, devido ao fecho de fronteiras para controlar a pandemia de covid-19.

"Estamos já a tratar de um segundo voo que deve ocorrer esta semana a partir do Porto", anunciou o ministro dos Transportes, Ricardo Viegas de Abreu.

Na sexta-feira passada, regressaram ao país 260 angolanos provenientes de Lisboa, que o ministro felicitou "pelo comportamento cívico" que tiveram durante este processo "excecional", garantindo que o governo está a tentar minimizar os constrangimentos.

A partir do Porto, o objetivo é também repatriar 260 compatriotas, adiantou o governante.

Ricardo Viegas de Abreu assinalou que o governo vai tentar encurtar o tempo de espera de todos os passageiros durante o processo de rastreio, triagem e escolha de bagagem.

"Vamos melhorar o procedimento, no sentido de assegurar que, a partir do check-in, no ponto de partida, se consiga criar um mecanismo que, em Luanda, facilite o desembarque e distribuição da bagagem para os respetivos locais de quarentena", indicou.

Ricardo de Abreu esclareceu ainda que os passageiros necessitam de um bilhete válido para viajarem.

"Independentemente de os voos serem humanitários, qualquer passageiro precisa de um título de viagem", destacou, acrescentando que este é um dos critérios definidos para estes voos iniciais.

"O que tem estado a acontecer, em algumas circunstâncias, apesar de preencherem os critérios definidos, têm títulos que já não estão validos ou são de outras companhias com as quais a TAAG não tem convenção para compensação desses valores e pode haver lugar a cobrança de uma taxa para atualização desses títulos", justificou.

O ministro falou também de "dificuldades" em contactar algumas pessoas que querem viajar para Luanda, cujos números de telefone não estão corretos.

"É um trabalho que, a nível de Embaixada e Consulado em Portugal se está a fazer no sentido de assegurar uma comunicação direta com as pessoas", sublinhou.

Angola registou mais 18 casos de covid-19 nas últimas 24 horas.

No total, o país regista 950 infeções, entre os quais 41 resultarem em óbitos e 667 estão em fase ativa

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up