Sábado, 10 de Abril de 2021
Follow Us

Quinta, 08 Abril 2021 16:41

MPLA acusado de investigar local de baptismo e incitar povo do Huambo a negar naturalidade de ACJ

Uma comitiva, alegadamente do regime angolano, está a ser denunciada de desenvolver trabalhos de busca na localidade que viu ACJ a nascer, na província do Huambo, na mesma altura em que influenciam moradores a negar sua naturalidade.

Segundo informações, elementos do foram vistos muito recentemente no Município de Chinjenje, província do Huambo, a fazer um levantamento de dados, sobre o local de baptismo do Presidente da UNITA, Adalberto da Costa Júnior (ACJ).

As alegações avançam que a referida equipa do regime, pretendia obter informações que pudessem comprometer o presidente do maior partido da oposição angolana, Adalberto Costa Junior, seu local de nascimento e, ou a Igreja que o havia registado.

"Ao deslocar-se à missão onde o líder da UNITA foi batizado, a equipa abordou um padre e consultou o livro (de assento de registro religioso), onde se encontram os dados de Adalberto Costa Júnior", conforme dados postos a circular.

Na ocasião, o deputado da UNITA, Adriano Abel Sapiñala, denunciou que, em mais uma acção desesperada do Regime do MPLA, o Município do Chinjenje terra natal de ACJ, foi palco de uma busca sem precedentes nos serviços de registo civil e identificação.

A acção segundo ainda o deputado Sapiñala, viria a prosseguir na paróquia do Chinjenje, na busca do registo de baptismo de ACJ e seu registo de nascimento.

Salientar que, as mesmas acções não tiveram êxitos, porque toda gente contactada, no caso, os anciãos conheceram os Pais deste, bem como viram ACJ ainda menino.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up