Domingo, 16 de Mai de 2021
Follow Us

Terça, 23 Março 2021 10:20

SIC e IGAE investigam Rui Falcão por suspeitas de fraude no governo de Benguela

O Serviço de Investigação Criminal (SIC), há muito que, alegadamente trabalha no assunto, podendo ter agora o reforço à investigações da Inspecção Geral da Administração do Estado (IGAE), numa altura em que, sectores do Governo Provincial, passam imagem de falta de transparência na gestão de Rui Falcão.

Segundo informações recentemente divulgadas, também a Inspecção de Finanças, adstrita ao Ministério das Finanças, está atenta a sinais de sobre-facturação de empreitadas, fundamentalmente, devendo a recém-chegada IGAE, entrar em cena na luta contra a corrupção.

À chegada do seu sucessor, Luís Nunes, Rui Falcão deixou claro das dificuldades de recursos financeiros, na presença do ministro da Administração do Território e Reforma do Estado, Marcy Lopes, quando uma dívida pública contraída naquele governo gera em torno de suspeitas de fraude.

Refira-se que, Rui Falcão, ex-governador da província de Benguela, substituído por Luís Nunes, deixou o referido governo provincial com uma dívida na ordem dos 31 mil milhões de kwanzas, contraídas no exercício econômico de 2014 a 2017.

As declarações foram feitas pela vice-governadora para o sector político, social e econômico, Deolinda Valiangula, acrescentando que, desde 2017 até à data, o governo local não contraiu qualquer dívida, arrolando apenas a dívida pública, relativa aos exercícios de 2014 até 2017.

"Porém, por via de um decreto, eram orientados para a necessidade de arrolar, igualmente, as dívidas de períodos anteriores, desta feita, de 2005 a 2015, que está a ser paga tanto por ordem de saque quanto por títulos emitidos pelo tesouro", conforme suas alegações.

O recém exorado, Rui Falcão, segundo o analista político, Ilídio Manuel é considerado uma carta fora do baralho na mais recente "mexida" protagonizada pelo "exonerador implacável", pois não foi nomeado para nenhuma província governar.

Vale recordar que, a exoneração de Rui Falcão aconteceu pouco depois da visita do Presidente da República, João Lourenço, na Província de Benguela, em missão de trabalho.

Durante a sua estada, de algumas horas, o Presidente assistiu a reabertura do processo de produção da fábrica África Têxtil, após anos de paralisação e visitou também o hospital Municipal da Baia Farta, construído alegadamente com o apoio dos empresários locais.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up