Segunda, 15 de Abril de 2024
Follow Us
Destaques

Destaques (172)

O deputado angolano Nelito Ekuikui, que lidera a ala juvenil da UNITA, defende, em entrevista à Lusa, uma revisão constitucional que acabe com a eleição indireta do Presidente e permita candidaturas de listas independentes fora dos partidos políticos.

O Tribunal Constitucional (TC) de Angola declarou inconstitucionalidade do acórdão que condenou Valter Filipe da Silva, ex-governador do banco central e José Filomeno dos Santos “Zenu”, filho do ex-Presidente angolano por violação dos princípios da legalidade e do contraditório.

A UNITA considerou hoje que as acusações feitas ao partido pelo primeiro secretário do MPLA e governador da província do Cuanza Sul são a assunção de “roubo em grande escala” no Governo do MPLA.

Deu o primeiro sinal de estar em rota de colisão com a bancada parlamentar do partido do Galo Negro quando, em Outubro de 2022, posou, em foto de família, ao lado do Presidente da República, João Lourenço. Foi o único parlamentar da UNITA a dar o rosto no polémico retrato.

O economista Carlos Rosado de Carvalho disse hoje que há condições para aumentar os salários em Angola, salientando que os trabalhadores com salário mínimo perderam 40% do poder de compra desde 2017, quando João Lourenço se tornou Presidente.

A chegada iminente 4X4 Jetour T-2 em Angola está a gerar uma expectativa palpável e sem precedentes. Este lançamento está causando um alvoroço sem igual, eclipsando todos os outros na memória recente.

O engenheiro agrónomo Fernando Pacheco disse hoje que o MPLA (no poder) não consegue resolver sozinho os problemas de Angola, defendendo um pacto político e social para travar a frustração dos jovens.

O Presidente angolano deu mais um passo na retirada dos subsídios aos combustíveis ao acabar com as isenções atribuídas a algumas classes profissionais, a partir de 30 de abril, segundo um decreto publicado em Diário da República.

O cidadão angolano Gelson Emanuel Quintas "Mam Genas" foi detido pelo Serviço de Investigação Criminal de Luanda, acusado de vários crimes como calúnia e difamação, ultraje ao Estado, seus símbolos e órgãos.

Um cidadão angolano procurado no seu país por ter fugido da cadeia onde cumpria uma pena de 10 anos, pelo crime de tráfico internacional de estupefacientes, foi expulso de Moçambique, foi hoje anunciado.

Página 1 de 13