Quarta, 05 de Agosto de 2020
Follow Us

Terça, 07 Julho 2020 09:00

Covid-19: TAAG realiza 10 voos humanitários para Lisboa

A companhia aérea angolana (TAAG) realiza este mês dez voos humanitários para Lisboa, segundo uma nota assinada pelo presidente da Comissão Executiva.

De acordo com a nota da TAAG, assinada por Rui Carreira, os referidos voos para Lisboa acontecem a partir de hoje e nos dias 9 ,14, 16, 21, 23,28 e 30 deste mês, com partidas às 11h30 da capital angolana e chegadas às 19 horas a Lisboa. Os voos, acrescenta a nota, devem obedecer todos os requisitos de biossegurança exigidos pelas autoridades sanitárias do país.

O PCE da TAAG orienta também, para esta quarta-feira, a realização de dois voos humanitários para Joanesburgo, África do Sul. O primeiro parte de Luanda às 8 horas, enquanto o se-gundo parte cinquenta minutos depois. Ambos regressam a Luanda ao final da tarde do mesmo dia.

Numa outra nota, a TAAG esclarece que a notícia sobre a proibição de voar para o espaço aéreo da União Europeia é “infundada”.

A TAAG tem realizado voos de carácter humanitário de repatriamento de cidadãos angolanos provenientes de distintos pontos do globo, de acordo com um plano previamente elaborado pela Comissão Multissectorial de Prevenção e Combate à Covid 19 e devidamente autorizado pelas autoridades dos respectivos países, refere a nota, acrescentando que em todos os voos a transportadora aérea vela e apela para o cumprimento escrupuloso das medidas de biossegurança decretadas pelas autoridades angolanas e dos países de destino.

A nota, produzida pelo Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da TAAG, garante que a companhia aérea continuará a efectuar viagens “essenciais” para Portugal, bem como outros que permitam o regresso àquele país de cidadãos portugueses e titulares de autorização de residência em Portugal ou cidadãos do espaço Schengen, desde que os voos sejam promovidos pelas auto-ridades competentes de outros países, sujeitos a pedido e acordo prévio e no respeito do princípio da reciprocidade.

Enquanto empresa de prestação de serviços de domínio público, refere a nota, a TAAG vai continuar a servir os angolanos e não só, prestando todo o apoio na transportação aérea de equipamentos de biossegurança e medicamentos para o combate ao novo coronavírus.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up