Quarta, 27 de Mai de 2020
Follow Us

Domingo, 17 Mai 2020 20:45

Cerca de 250 estudantes angolanos na Rússia desembarcam em Luanda

Cerca de 250 estudantes angolanos na Rússia desembarcaram ao princípio da noite deste domingo em Luanda, numa viagem apoiada pelo Governo de Angola e a companhia aérea nacional TAAG.

O regresso a Angola dos estudantes decorre do momento que o mundo vive, devido à pandemia da Covid-19, que assola os países do globo terrestre, entre eles a própria Rússia.

Um outro avião, desta feita originário da China, aterrou igualmente este domingo em Luanda, carregado de material de biossegurança, bem como outros meios de prevenção e combate à pandemia.

Embora prevaleça a cerca nacional, as autoridades autorizam a aterragem em território angolano de aviões com carga desta natureza, num processo em que a TAAG tem elevado alto a bandeira do serviço prestado ao país e aos angolanos.

Bolseiros em quarentena

Com vista a evitar novos casos impotados da covid-19 em Angola, o Governo colocou em quarentena institucional, de imediato, os 250 estudantes angolanos em bolsa na Republica Federativa da Rússia, regressados ao país na noite de domingo (dia 17).

“Resgatados” pelo Governo Angolano, através da TAAG, os estudantes, na sua maioria finalistas, vão cumprir a quarentena institucional obrigatória, pelas diversas unidades hoteleiras em Luanda, prepadadas para o efeito.

Na recepção ao grupo, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, explicou à imprensa que o repatriamento desses bolseiros é temporário e resultante de uma concertação o entre os Estados Angolano e Russo.

“Os bolseiros vão para quarentena obrigatória. A Rússia é o terceiro país mais infectado com a covid-19. Em concertações com o Estado Russo, decidiu-se o repatriamento temporário deste pessoal bolseiro, maioritariamente finalistas, um ganho para o país”, expressou.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up