Sábado, 19 de Outubro de 2019
Follow Us

Quarta, 09 Outubro 2019 20:18

Artistas e músicos apelam aos angolanos para não saírem de casa na sexta-feira

Músicos, atores e DJ angolanos apelaram aos angolanos para não saírem de casa na sexta-feira, dia 11, como forma de protesto contra a atual situação económica no país. O pedido estende-se à diáspora, nomeadamente aos angolanos residentes em Portugal.

Lançada pelo rapper, escritor e ativista Nelson Adelino Dembo, conhecido por Gangsta, a iniciativa conta com o apoio de outros músicos, como Dog Murras, Paulo Flores e outros.

Num curto vídeo, Paulo Flores apelou a todos para ficarem em casa afirmando que "numa luta de elefantes quem sofre é o capim e o capim está cansado".

Para além das redes sociais, os promotores do protesto colocaram a circular nas ruas de Luanda um panfleto onde se lê: "Sexta-Feira, 11 de Outubro Manifestação Nacional. Reflexão Pacífica, Revolução Pacífica. Reflexão Sobre o Estado da Nação. Que Nação Queremos. Que Nação Merecemos. Todos em Casa, Vamos Parar O Parar O País E Reflectir Por [Uma] Angola Melhor E Inclusiva".

Ontem à tarde, o cantor Puto Prata estendeu o protesto para Lisboa, vincando, numa mensagem de instagram, que "Eu sou Livre e Democrático. Sexta-feira Angolanos em Portugal vamos cair todos no Consulado. Deixa de ser covarde e venha manifestar o seu descontentamento!!! Manifestação pacífica e ordeira".

O apelo à esta greve surge depois de terem sido anunciadas diversas manifestações para este mês, a começar no dia 15 em frente à Assembleia Nacional para protestar contra o desemprego. PM

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up