Quarta, 08 de Julho de 2020
Follow Us

Quarta, 31 Julho 2019 11:11

Estado recupera terminais dos portos de Luanda, Lobito e Hotel HCTA

O Serviço de Recuperação de Activos da Procuradoria Geral da República (PGR) anunciou a recuperação dos terminais dos portos de Luanda e do Lobito, que estavam sob gestão da empresa Soportos - Transporte e Descarga, SA.

Segundo uma fonte referida pelo Jornal de Angola (JA), na edição de hoje, a Soportos pertence ao ex-chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, general Manuel Hélder Vieira Dias "Kopelipa", e família.

De acordo com o JA, o general "Kopelipa" fez a entrega dos bens, e a PGR entregou os terminais ao Porto de Luanda.

De igual modo, cita o diário, foi recuperado o Hotel Convenções de Talatona (HCTA), empreendimento público financiado pela Sonangol, mas que estava sob gestão de uma empresa privada.

A unidade hoteleira de 5 Estrelas custou mais de 200 milhões de dólares norte-americanos e, logo após o pagamento e construção, foi entregue para a exploração a uma empresa privada com bónus, à partida, de 12 milhões de dólares, e um contrato com traços danosos.

Noutro dossiê, o Presidente da República cancelou um contrato de limpeza do Palácio que custou ao Estado 70 milhões de dólares em dois anos.

A gestão do Palácio Presidencial e dos edifícios que fazem parte do seu complexo protocolar estava a cargo de uma empresa privada de gestores públicos.

A empresa Riverstone Oaks Corporation (ROC) assinou, em nome da SG Services-Lda, dois contratos relativos à gestão operacional e à manutenção preventiva do Palácio Presidencial.

De lembrar que em Junho a PGR avançou, em comunicado, que "o Serviço Nacional de Recuperação de Activos, no âmbito dos trabalhos realizados para aferição dos financiamentos de fundos públicos efectuados a empresas privadas, em colaboração com as instituições competentes do Estado, apurou que existiam várias empresas privadas que beneficiaram de financiamento de fundos públicos".

Da lista divulgada, fazia parte a empresa Lektron Capital, propriedade de Manuel Domingos Vicente e Manuel Hélder Vieira Dias Júnior "Kopelipa", que bebeficiou de um empréstimo da Sonangol no montante de 125 milhões de dólares norte-americanos para aquisição de acções no Banco Económico.

Rate this item
(3 votes)

Log in or Sign up