Quinta, 13 de Agosto de 2020
Follow Us

Domingo, 22 Março 2020 19:41

Governo de Luanda vai distribuir material de biossegurança à população

O Governo da Província de Luanda (GPL) está a trabalhar em coordenação com a Comissão Interministerial de Controlo à Pandemia do Coronavírus para que tão logo estejam disponíveis os materiais de biossegurança para os governos provinciais, o GPL possa colocar à disposição da população da capital do país, visando aumentar os níveis de prevenção da doença.

A informação foi dada, hoje, à imprensa pelo governador Sérgio Luter Rescova, depois do encontro com os administradores municipais, directores provinciais, líderes religiosos e associações de publicidade, onde foram passadas em revista as medidas preventivas sobre a pandemia do coronavírus na capital do país.

O governador admitiu que o GPL ainda não têm disponíveis os materiais de biossegurança, mas garantiu que, tão logo os receba, vão distribuir em locais de risco previamente identificados, como as paragens de autocarro e centros a serem criados para acolher pessoas sem abrigo. Sérgio Luther disse que o Gabinete Provincial dos Transportes tem já elaboras medidas que estão a ser dadas por áreas de segmentos, como autocarros e táxis, de modos a reforçar a prevenção que passa, também, pelas medidas de higiene preventiva, devido à proximidade entre as pessoas.

O governador sublinhou que Luanda é a província onde se verificaram os primeiros dois casos, situação que tem elevado a sua responsabilidade de reforçar as medias preventivas. Sérgio Luther Rescova disse ainda que Luanda tem especificidade ligadas à sua realidade que devem ser abordadas de modo diferente, tendo destacado o facto de ser a província com a maior densidade populacional.

O GPL considera fundamental reforçar de forma permanente a protecção dos profissionais de saúde e os funcionários administrativos que, segundo Sérgio Luther, nessa fase, terão que exercer um papel de trabalho efectivo com a população na prevenção da pandemia. “O GPL aconselha os cidadãos a evitarem aglomerados de pessoas”, exortou o governador.

Centro de acolhimento

O Governo da Província de Luanda vai criar centros de acolhimento provisórios para albergar crianças, adolescentes, jovens e adultos, que vivem na rua, em função da pandemia do Covid-19.

Para a criação dos espaços, o governador de Luanda, Sérgio Luther Rescova, orientou ontem os administradores municipais para identificarem, de imediato, lugares nas suas municipalidades. Em declarações à imprensa, no final de um encontro no salão nobre do GPL, para o reforço das estratégias de prevenção em Luanda, em função dos dois casos positivos de Covid-19, na capital do país, o governador disse que, além da atenção preventiva, os mesmos vão receber apoio alimentar.

Os administradores, referiu, foram, também, orientados a identificar espaços que possam vir a ser usados para questões de emergência, no quadro da Covid-19.

Para o efeito, o governador sublinhou que gostaria de contar com a colaboração da sociedade, na sensibilização dos vulneráveis para acatarem as medidas que serão tomadas pelas autoridades da província de Luanda.

Sérgio Luhter fez saber, também, que serão restringidas as visitas nos lares de acolhimento de crianças e idosos, no sentido de se evitar situações de contágio.

Abastecimento de medicamentos

O GPL pretende reforçar o abastecimento de medicamentos nas unidades hospitalares de Luanda, devido à procura nessa fase de prevenção do Covid-19. O objectico desta acção é que não falte fármacos essenciais para a saúde da população.

O governador Sérgio Luther Rescova disse que o GPL está a trabalhar para a melhoria da capacidade de resposta, de acordo com a disponibilidade de medicamentos existentes, para fazer com que não falte medicamentos.

Além do Covid-19, doenças típicas continuam a merecer uma atenção devida, sob pena de tornar os munícipes mais fragilizados e a estarem mais vulneráveis a outras epidemias.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up