Terça, 22 de Outubro de 2019
Follow Us

Sábado, 29 Junho 2019 15:07

MPLA quer candidatos para autarquias escolhidos em primárias

O MPLA vai apostar, para as eleições autárquicas de 2020, em candidatos com elevada idoneidade social e moral, capital político notável e dotados de competências técnico-profissionais, eleitos nas primárias internas.

A intenção foi avançada ontem, na cidade do Dundo (Lunda-Norte), pela vice-presidente do MPLA, na abertura oficial das III Jornadas Parlamentares do partido, que decorrem até amanhã, no anfiteatro do Comité Provincial do Partido.

Luísa Damião disse que o partido também pretende, nas eleições autárquicas, apostar em candidatos independentes que reúnam o perfil exigido e capazes de interpretar os anseios das populações.

Para a vice-presidente do MPLA, o processo para a implementação das autarquias deve exigir dedicação e trabalho abnegado dos militantes, acrescentando que o partido está consciente dos desafios que as eleições autárquicas encerram.

O partido deve encarar o desafio das autarquias com “firmeza, determinação e com os níveis de organização e mobilização que o caracterizam”, lembrando que o MPLA tem uma liderança “forte e coesa”, estando, por isso, à altura de vencer as eleições autárquicas na maioria das câmaras. “Devemos estar prontos para a batalha”, disse a vice-presidente, acrescentando que a realização das III Jornadas Parlamentares demonstram bem a preocupação do MPLA com o grande momento eleitoral que se avizinha.

Sublinhou que, nos dias que correm, “a política é também saber fazer opções seja ao nível da coesão social, da economia ou da cultura”. Disse que toda a sociedade deve ter a responsabilidade de continuar a transformar o país num lugar aberto a novos horizontes.

Transparência no PIIM

Luísa Damião considerou “inovador” o Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), salientando que as acções e projectos constantes no mesmo terão um impacto significativo na vida dos munícipes.

“Espera-se que os gestores do PIIM primem pela probidade, transparência e responsabilidade para que sejam alcançados os objectivos desejados”, disse, lembrando que a questão da responsabilização de todos os seus intervenientes já foi bem assinalada quinta-feira pelo Titular do Poder Executivo, na cerimónia de lançamento do referido plano. As jornadas parlamentares encerraram ontem.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up