Sábado, 19 de Outubro de 2019
Follow Us

Sexta, 04 Outubro 2019 22:07

Queimada florestal para preparação de terras de cultivo provoca incêndio de grandes proporções no Kwanza Sul

Um incêndio de grandes proporções, causado por fogo posto, provocou a destruição de quatro hectares de terra, na localidade da Pedra Escrita, município do Libolo, província do Cuanza Sul, informou o corpo de bombeiros.

Segundo o porta-voz do Serviço de Proteção Civil e Bombeiros do Cuanza Sul, Eduardo António, o incêndio registado quinta-feira, foi provocado por populares, que colocaram o fogo para preparar o terreno para a agricultura.

"Embora proibida, é uma prática recorrente nessa época", disse Eduardo António, citado pela agência noticiosa angolana, Angop.

Além da destruição de terras não foi registado nenhum dano material ou humano, acrescentou o responsável.

Eduardo António frisou que é tradicional a prática das queimadas nesta época do ano, quer para a agricultura quer para a caça.

À semelhança deste incêndio, os bombeiros registaram também no Cuanza Sul, um outro, há cerca de uma semana, na Fazenda Agrolíder, na sequência de uma queimada efetuada por populares, que atingiu também 30 residências, devido ao fogo descontrolado.

Recentemente, o Governo angolano informou que as queimadas que acontecem nesta época do ano, em várias regiões do país, são uma prática "secular", para a preparação das terras para o cultivo, mas que as mesmas estão "longe de assumir proporções incontroláveis".

O Governo reagia às notícias, segundo as quais, Angola está à frente da República Democrática do Congo e do Brasil no que respeita ao número de incêndios.

As autoridades angolanas sublinharam na altura, que esta prática dos camponeses acontece com o aproximar da estação das chuvas e "apesar de não ser a mais aconselhável, é usual, secular".

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Sábado, 05 Outubro 2019 23:03

Log in or Sign up