Sexta, 04 de Dezembro de 2020
Follow Us

Domingo, 10 Mai 2020 00:38

Desempenho sexual descubra como melhorar

Saber como melhorar o desempenho sexual é uma questão que deve sempre ser buscada pelos casais apaixonados, para aqueles que buscam novas opções de prazer ou  para os que estão frios na relação a dois.

Isso porque o sexo faz bem para a saúde, melhora o humor, a autoestima e ainda fortalece a relação do casal. Embora seja difícil encontrar quem não goste dessa atividade, não são poucas as pessoas que desejam saber sobre como melhorar desempenho sexual e obter dicas valiosas para esse objetivo.

Afinal, além de todas as vantagens físicas, é uma atividade prazerosa para os dois envolvidos desde quando existe consenso. Sendo assim, uma relação amorosa deve respeitar as vontades dos parceiros, manter o companheirismo e bom humor entre os envolvidos, além de buscar novas formas de prazer entre quatro paredes.

Por isso, se esse é o seu caso, continue lendo este artigo e confira algumas dicas para ter uma melhor desempenho sexual!

Controle a ansiedade

A ansiedade é um dos fatores que podem levar à ejaculação precoce, por isso, se você quer melhorar seu desempenho sexual, precisa saber que estar relaxado é o primeiro passo. A ansiedade antecipa os bons momentos, deixa o clima mais tenso e dificulta a chegada do clímax.

Por isso, evite pensamentos que possam causar certa agitação, como o medo de não ser bom o bastante ou quaisquer outras preocupações irracionais. Uma dica é focar no prazer do outro, tornando um momento gostoso para ambos. Relaxe e aproveite ao máximo! Outra dica interessante é conversar sobre o que o parceiro espera da relação sexual, desde as preliminares até a finalização, pois as expectativas criam ansiedade e esse problema pode minar o clima do casal.

Use a criatividade

Embora o tradicional seja bom, inovar pode ser melhor ainda. Você não precisa tentar fazer o Kama Sutra inteiro, relaxa! Mas optar por algumas posições, acessórios ou locais diferentes já sai da rotina e pode fazer toda a diferença para o casal. Tente escolher ambientes diferentes mesmo dentro de casa ou invista em uma noite no motel.

Se quiser algo mais ousado, planeje uma viagem romântica e faça uma surpresa! Sair da rotina pode impactar diretamente na vida sexual do casal. Basta colocar a criatividade em ação e você perceberá a diferença. Outras opções incluem a compra de uma lingerie sensual ou fantasias conforme o gosto do freguês, assistir filmes eróticos para aumentar a excitação e conversar de forma “picante” com o companheiro(a).

Deixe a pessoa conduzir

Se deixar levar pelo momento pode ser vantajoso para ambos. Para você, pode ser uma oportunidade de descobrir novas sensações e “pontos de vista”. Para a outra pessoa, talvez seja a chance de direcionar o sexo da forma que mais gosta. Lembre-se de que o sexo é um momento para compartilhar sensações e, por isso, é necessário considerar o desejo e a excitação de ambos.

Nesse momento vale observar as reações do outro para saber se está agradando, também é interessante dar “dicas” de pontos do corpo que são excitantes para facilitar a investida do parceiro (a) durante a relação. Ao final destas investidas, vale a pena avaliar os pontos positivos, relatar sobre o que não foi agradável, para que as próximas atividades sejam mais direcionadas ao interesse dos envolvidos.

Converse sobre fetiches

Conhecer os fetiches e preferências de ambos é um grande passo para entender como melhorar o desempenho sexual. Afinal, os fetiches não precisam ser tabus. Eles podem ser expostos e discutidos sem julgamento de nenhuma das partes. Assim, o que for interessante para os dois pode ser realizado.

Lembre-se que o fetiche pode estar presente nas fantasias, nos locais inusitados para fazer sexo, nas aventuras com a inclusão de outras pessoas, na visita em lugares eróticos, dentre outras possibilidades. Acredite! Casais que compartilham seus fetiches — e os realizam, na medida do possível — costumam ter uma relação muito mais forte, feliz, prazerosa e duradoura.

Apresente suas preferências

Quando falamos em preferências, significa que você precisa saber o que a outra pessoa mais gosta e o que não gosta, quais são as zonas erógenas e o que pode ser feito para que o parceiro ou parceira chegue ao orgasmo mais facilmente. Dessa forma, enquanto alguns gostam de diversas manobras durante as preliminares, outros sentem prazer durante o ato sexual propriamente. Alguns têm predileção por posições, pois podem alcançar o orgasmo mais facilmente.

Apesar de parecer simples, nem todos os casais conversam sobre sexo o suficiente e podem passar anos cometendo pequenos erros na cama simplesmente porque não sabem que estão errando. O diálogo é essencial e saudável para que ambos se conheçam intimamente e possam proporcionar o máximo de prazer possível um para o outro.

Nesse momento é crucial que o indivíduo seja claro e especifico em relação as preferências e que seja compreensível evitando preconceitos ou tabus durante a explicação. Ao mesmo tempo é importante que o outro esteja disposto a realizar as preferências ou adaptá-las conforme sua vontade.

Cuide de sua alimentação

Muitas pessoas acreditam que os únicos alimentos relacionados ao desempenho sexual são os afrodisíacos, como amendoim, a canela e o ovo de codorna. Na verdade, ter uma alimentação saudáveltodos os dias impacta muito mais no desempenho sexual e, claro, na sua qualidade de vida.

Alimentos como a melancia e o mel, por exemplo, podem aumentar a sensação de prazer, enquanto uma alimentação desregrada pode provocar mal-estar, inchaço e reduzir a energia, abalando o desempenho sexual.

É importante cuidar de todo o organismo, incluindo o sistema endócrino, circulatório, imunológico e nervoso. Além disso, alguns alimentos podem ajudar na produção de hormônios que interferem diretamente nas atividades sexuais. Um exemplo: os aspargos são ricos em folato, substância que ajuda o corpo a produzir histamina, o hormônio responsável pela libido. Já as ostras são ricas em zinco, um mineral que ajuda a aumentar a produção da testosterona e a contagem de esperma.

A aveia e o trigo também contêm zinco e são recomendados para quem faz o tratamento para disfunção erétil, pois também são fonte de l-arginina, um aminoácido que ajuda nesse tratamento. Para quem gosta de amêndoas, a boa notícia é que são fonte de zinco, selênio e vitamina E. Além disso, têm ácidos graxos que melhoram o humor e aumentam a disposição, fertilidade, prazer e o desempenho sexual.

O fortalecimento dos músculos é importante, pois eles são muito utilizados durante o sexo. Como a banana é fonte de potássio, ela cumpre muito bem essa função. Sem contar que é um alimento barato, fácil de encontrar e ainda pode ser consumido praticamente em qualquer lugar e hora. Insira esses alimentos em sua dieta, retire da alimentação os industrializados, excesso de açúcar e frituras, cuide de seu corpo e perceba como melhorar o desempenho sexual é possível.

Além disso, alguns alimentos devem ser evitados quanto se deseja um tempo para as atividades sexuais. Nesse caso, comidas muito pesadas, condimentadas e calóricas devem ser substituídas por refeições mais leves ou petiscos. Outra dica interessante é se alimentar de forma saudável para estar disposto constantemente para novas aventuras sexuais durante a semana ou em momentos em que a atividade será mais intensa, como em uma viagem sem filhos.

Evite o consumo exagerado de bebidas alcoólicas

As pessoas têm a falsa ideia de que a ingestão de bebidas alcoólicas pode ser um estimulante na hora do sexo. Mas, ao contrário do que muitos pensam, o álcool diminui a concentração e causa apatia. Inicialmente é percebido uma pequena excitação entre o casal, mas dependendo do organismo de cada indivíduo é possível que a metabolização do álcool seja lenta e as dores de cabeça começam a aparecer em horário inadequado.

Dependendo da quantidade ingerida será difícil aproveitar os momentos de prazer, pois o indivíduo estará com tonteiras, fala arrastada, dificuldade para entrar no clima e muita sonolência, fatores que desestimulam qualquer pessoa. Por isso, o consumo de bebidas alcoólicas deve ser reduzido drasticamente nesses momentos de prazer para não frustrar os indivíduos que estão aguardando por essa oportunidade de ficar sozinhos com seus parceiros.

Reduza drasticamente o consumo de cigarro

A ideia de fumar um cigarro após uma relação sexual é coisa de cinema porque seu consumo pode ser prejudicial em todas as etapas. O consumo de cigarro pode causar impotência no homem. Por isso, se ainda mantém esse hábito, é melhor desistir se ainda tem vontade de melhor seu desempenho sexual. Além disso, outro motivo para abandonar o fumo é o mau hálito proveniente de quem usa o cigarro.

Nessa situações, muitos parceiros desistem de algo mais intimo devido ao gosto desagradável proveniente de quem fumou há poucos instantes ou daqueles fumantes crônicos para iniciar as preliminares.

Pratique exercícios físicos

Praticar exercícios físicos ajuda a aumentar o desempenho sexual de muitas formas. Para começar, a autoestima estará elevada, o que gera confiança e melhora a libido. Além disso, as atividades físicas podem fortalecer a musculatura e fazer com que você se sinta mais disposto na hora H. Vamos falar sobre alguns dos melhores exercícios físicos para esse objetivo.

Flexões

Homens que fazem flexões fortalecem a parte superior do corpo e conseguem um desempenho melhor nas posições que ficam por cima. Quando feitas frequentemente, podem melhorar de forma significativa o desempenho e evitar o cansaço e as dores nos braços após o sexo.

Assoalho pélvico

Fazer exercícios físicos que trabalhem o assoalho pélvico é vantajoso para quem tem e para quem deseja evitar a disfunção erétil e a ejaculação precoce. Eles aumentam a resistência e fortalecem os músculos da região, melhorando a rigidez erétil e a ejaculação.

Levantamento de pernas

Esse exercício ajuda a fortalecer o quadril e os glúteos, melhorando o desempenho nas posições verticais. Assim, é possível aumentar o empuxo e a força das pernas, fazendo com que a relação sexual seja mais duradoura e intensa. Esses são apenas alguns exemplos de exercícios que podem ser feitos para melhorar seu desempenho na cama. A prática de qualquer atividade física pode melhorar a resistência e, consequentemente, a desempenho sexual.

Invista na sua autoestima

Saber como melhorar o desempenho sexual deve perpassar por mudanças na autoestima. Independente da aparência corporal ou do rosto é fundamental sentir-se bem consigo mesmo para conseguir se soltar na relação sexual. Por isso, é importante manter a mente positiva para se achar linda, mesmo diante do ideal de beleza que é veiculado nas revistas de moda. Isso porque o equilíbrio emocional e a autoconfiança devem superar qualquer comparação com outras pessoas.

Pratique pompoarismo

O pompoarismo é uma prática que consiste em contrair e relaxar os músculos do assoalho pélvico, de forma a treiná-los para o ato sexual. Nessa atividade é possível facilitar a chegada de orgasmos múltiplos ou aumentar a frequência sexual. Isso porque, o treinamento contínuo aperfeiçoa a ereção, ativa outras zonas erógenas, aumenta o tempo do prazer e garante maior interação o casal, tornando a relação sexual intensa e proveitosa para ambos.

A técnica do pompoarismo pode ser facilita com o uso das bolas que podem ser introduzidos na vagina ou no ônus conforme o desejo da cada um e garantir momentos de tesão para todos os envolvidos.

Procure dormir bem

O sono reparador é importante para diversas funções do organismo, entre elas, a disposição para as atividades no dia seguinte. Uma noite de insônia diminui a concentração, causa irritabilidade e pode colocar a perder o encontro tão esperado. Por isso, é interessante dormir pelo menos 8 horas, evitar luzes intermitentes ou o uso de eletrônicos momentos antes de pegar no sono. Também é recomendado um chazinho antes de dormir para ajudar no relaxamento.

Exercite a ioga

Os benefícios da ioga para melhorar o desempenho sexual podem ser sentidos na elevação da flexibilidade dos membros além de facilitar algumas posições sexuais durante os momentos de excitação e prazer. As posturas da ioga podem trabalhar músculos específicos do assoalho pélvico que facilitam a penetração e aumentam o desejo sexual, além de garantir maior destreza nas posições inusitadas.

Procure um médico para melhorar o desempenho sexual

Nós já falamos em nosso site sobre como, geralmente, o homem vai pouco ao médico. Isso precisa ser mudado urgentemente! Caso você perceba problemas constantes em sua vida sexual, o ideal é procurar um médico para verificar se não é um sintoma de algo mais grave, como doenças do coração, por exemplo.

O médico também pode avaliar mais precisamente sua situação e ajudar a descobrir como melhorar o desempenho sexual e, quando necessário, prescrever medicamentos que possam ajudar. É importante ressaltar que o acompanhamento médico é essencial para que as medicações sejam usadas com segurança. Sendo assim, antes de iniciar qualquer tipo de tratamento medicamentoso, é importante consultar um profissional.

Alguns estimulantes naturais também podem ser utilizados. Um exemplo é o Goji Berry que, além de ter várias vitaminas e ajudar a combater a hipertensão e o colesterol alto, também melhora a libido e combate a impotência e a infertilidade.

Saber como melhorar o desempenho sexual exige dos parceiros um avaliação de sua saúde física, mental, dos comportamentos apresentados nos momentos de prazer e na discussão constante com o parceiro. Além disso, é aconselhável manter discussão aberta com os envolvidos e procurar ajuda medida sempre que possível para identificar precocemente os problemas e trata-los adequadamente.

Agora que você já sabe como melhorar o desempenho sexual, basta colocar as dicas em prática para ter mais qualidade de vida e momentos inesquecíveis na vida a dois.

Rate this item
(5 votes)
Last modified on Domingo, 10 Mai 2020 00:52

Log in or Sign up