Sexta, 25 de Setembro de 2020
Follow Us

Quinta, 06 Agosto 2020 00:45

CNE aprovou a renúncia de mandato do presidente da Comissão Eleitoral no Kwanza Sul

A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) aprovou esta quarta-feira, no plenário extraordinário, a renúncia ao mandato do presidente da Comissão Eleitoral Provincial no Kwanza Sul.

O porta-voz da CNE, Lucas Quilundo, avançou na conferência de imprensa que o comissário eleitoral Morais António renunciou às funções por questões pessoais.

O plenário, que reuniu o sistema de videoconferência, devido à situação epidemiológica do País, aceitou e deliberou o pedido de renúncia que foi apresentado, de forma unânime.

A Comissão Nacional Eleitoral, segundo o seu porta-voz, remeterá ou expedirá para o Conselho Superior de Magistratura Judicial (CSMJ), que analisará a solicitação de renúncia para depois anunciar a abertura do concurso público para preenchimento da vaga.

"Se o Conselho Superior de Magistratura vier a concordar, abrirá a vaga de presidente do CPE do Kwanza Sul e, concomitantemente, será aberto um processo de concurso para a escolha do futuro da Comissão Eleitoral Provincial", anunciou Lucas Quilundo em conferência de imprensa.

Para carga do presidente da CPE na província do Kwanza Sul, comissários eleitorais de região regional, acordo com lei 12/13 de abril, Lei Orgânica sobre o Funcionamento da Comissão Nacional Eleitoral, desenvolvido com um processo de revisão interna para uma escolha do substituto de Morais António.

José dos Santos foi escolhido para usar interinamente como funções de presidente da Comissão Nacional Eleitoral.

No último fim de semana, a Rádio Kwanza Sul, citada pela Angop, notou que o presidente da Comissão Provincial Eleitoral alegou que está sendo vítima de uma campanha montada para gerenciar sua imagem.

Segundo uma peça jornalística, o responsável pode apresentar um número público de escândalos que culminou com a divulgação de fotos e vídeos de seus grupos com várias mulheres nas redes sociais. Morais António ainda foi acusado de transmitir o vírus da Sida.

Entretanto, o responsável confirmou a Angop a veracidade de algumas imagens gravadas, mas disse tratar mulheres de quem tem filhos. Nega também estar doente.

Segundo Morais António, como fotos e vídeos foram extraídos de um computador e um telefone furtado por sua residência, em maio de 2019, o processo de averiguação está registrado com o número 968/019 / PRG-SIC Provincial e correios estudados na instituição. Nj

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up