Quinta, 02 de Julho de 2020
Follow Us

Terça, 26 Mai 2020 18:25

Covid-19: Angola com mais um caso positivo nas últimas 24 horas, agora são 71

Angola registou mais um caso positivo de covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para 71 o número de pessoas infectadas pela doença.

De acordo com a ministra da Saúde, Sílvia Lutukuta, que fazia hoje, terça-feira, a actualização da situação da pandemia no país, trata-se de um bebe de dois anos, residente na cerca sanitária do Bairro Hoji-Ya-Henda, no município do Cazenga, em Luanda.

Este caso, segundo a titular da pasta da saúde, está sob investigação, porque a mãe não tem covid-19, mas teve convívio com casos positivos.

Angola regista, assim, 71 casos positivos, com quatro óbitos, 18 recuperados e 49 activos a receber tratamento médico nos centros criados para o efeito.

Sílvia Lutucuta fez saber que, dos testes laboratórias efectuados, sete mil 580 são negativas, 71 positivas e 731 em processamento.

Portugueses infectaram-se fora de Angola

Três dos seis portugueses supostamentes contaminados com o novo cornavírus em Angola estão descartados dessa hipotese, apesar de saírem do país numa altura em que já se registava a pandemia entre os angolanos.

A informação foi avançada hoje pela ministra da Saúde, Sílvia Lutucua, adiantando que os mesmos contraíram a doença em outras paragens, de acordo com as autoridades portuguesas, após testes e investigações sobre o assunto que implica os dois Estados.

“A respeito dos cidadãos portugueses que supostamente importaram a infecção de Angola, três casos estão excluidos e três carecem de apuração da informação por parte do Ministério da Saúde de Portugal, que deve informar ao Governo de Angola”, referiu.

Segundo a também porta-voz da Comissão Interministerial para Resposta à Covid-19, do referido grupo, três infectaram-se naquele país europeu, não havendo ainda certeza quanto aos outros. “Vamos apurar os restantes 3 casos” – resumiu.

Angola regista, actualmente, 71 casos positivos, com quatro óbitos, 18 recuperados e 49 cidadãos doentes activos a receberem tratamento médico nos centros criados para o efeito, numa altura em que Portugal controla também alguns angolanos infectados.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up