Quarta, 30 de Setembro de 2020
Follow Us

Sexta, 17 Janeiro 2020 21:04

João Lourenço anuncia transmissões das plenárias da AN

O Presidente da República, João Lourenço, anunciou esta sexta-feira, o início das transmissões televisivas das sessões plenárias da Assembleia Nacional (AN), ainda no decorrer deste mês de Janeiro.

Ao discursar na cerimónia de cumprimentos de ano novo ao corpo diplomático acreditado no país, o Chefe de Estado disse que tal facto possibilitará aos cidadãos acompanharem os debates políticos, aprovação de leis e o próprio desempenho dos deputados eleitos pelo povo.

“A liberdade de expressão e o direito à livre informação são hoje uma inquestionável realidade no país e, neste contexto, uma vez ultrapassados alguns factores impeditivos, as transmissões televisivas das sessões plenárias da Assembleia Nacional terão início este mês de Janeiro”, afirmou.

Abertura à cooperação com outras nações

Na ocasião, o Estadista angolano ressaltou que Angola tomou um novo rumo por via do qual se encaminha para construção e cooperação com todas as nações do mundo.

Indicou que o país está determinado a se libertar de práticas nefastas que o levaram a um certo isolamento internacional, deixando-o praticamente só no esforço de promoção de desenvolvimento e de construção de uma sociedade inclusiva.

“Estamos decididos a concretizar esses objectivos, envolvendo todos os cidadãos, independentemente das suas convicções, crenças e condição social, de modo a que se sintam parte integrante das políticas que lhes permitam o acesso igual a oportunidades e consigam colocar o seu engenho e criatividade ao serviço e em benefício do progresso de Angola”, expressou.

No quadro de uma maior abertura democrática da sociedade, aproximação aos cidadãos, seus representantes, os deputados, organizações da sociedade civil e governantes, sublinhou que têm sido dados passos significativos, ultrapassados ou rompidos os tabus, fortemente enraizados na sociedade angolana.

Apoio do corpo diplomático

No seu discurso, João Lourenco ressaltou o facto de Angola contar com o apoio e compreensão dos representantes do corpo diplomático neste caminho difícil que está a percorrer.

Segundo o Presidente da República, o corpo diplomático tem relatado com objectividade aos respectivos governos o esforço de mudança, bastante profundo, que está a ser empreendido pelo Executivo angolano.

Tal pressuposto, disse, visa reestruturar a economia nacional, aperfeiçoar os procedimentos administrativos, reforçar a ordem e a disciplina, melhorar a segurança interna e reestruturar o papel da justiça no contexto da independência e separação de poderes.

“É, naturalmente, compreensível que quaisquer reformas políticas económicas e sociais tem o seu tempo de maturação e a tentativa de saltar etapas pode, às vezes, nos levar a resultados inesperados e menos bons”, aclarou.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up