Segunda, 16 de Setembro de 2019
Follow Us

Sábado, 24 Agosto 2019 16:40

Ministro reitera suspensão de subsídios aos falsos pensionistas

O ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, João Ernesto dos Santos "Liberdade", reiterou hoje (sábado), em Malanje, a exclusão da base de dados do Ministério de falsos pensionistas que se vêm beneficiando ilegalmente do dinheiro do Estado.

Falando num encontro com antigos combatentes, deficientes de guerra e familiares, o titular da pasta precisou que para tal, o ministério dará início, na segunda-feira (26), em Malanje, a fase do recadastramento e prova de vida dos pensionistas, de modo a se aferir os verdadeiros antigos combatentes ou familiares, após o término do período de registo.

Tranquilizou que o referido processo, com duração de 3 meses ao nível do país, não vai eliminar os que por Lei beneficiam de pensão, mas apenas contabilizar o número real de pensionistas ou respectivos familiares sob controlo do ministério, onde estão e o que fazem.

Por sua vez, o inspector-geral do Ministério dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, José António, fez saber que os 162 mil e 300 pensionistas apurados na fase do cadastramento, são os mesmos a ser recadastrados e submetidos à prova de vida ao nível do país.

Lembrou que durante a fase do cadastramento, foram identificados 12 mil processos irregulares.

No encontro, os antigos combatentes e veteranos da pátria pediram o aumento dos subsídios (actualmente na ordem dos 23 mil kwanzas), transporte público gratuito, reabilitação física dos deficientes de guerra, formação para os filhos, entre outras questões voltadas a melhoria das condições sociais desta franja.

Em resposta, João Ernesto dos Santos “Liberdade” deu a conhecer que o seu departamento ministerial está a trabalhar com o Ministério da Saúde, no sentido de dar-se início a reabilitação física dos deficientes de guerra, bem como está a consertar com o Ministério dos Transportes a questão relativa a disponibilização gratuita de transportes públicos aos antigos combatentes.

Refere-se que em Malanje, o Gabinete Provincial dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria controla 3 mil e 986 pensionistas, entre antigos combatentes, deficientes de guerra, viúvas e órfãos.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up