Quarta, 25 de Novembro de 2020
Follow Us

Domingo, 25 Outubro 2020 16:05

Detidos confirmados estão 4 jornalistas e Nito Alves que poderão ser julgados na segunda-feira

Em um número ainda não confirmado oficialmente, entre os cidadãos detidos neste sábado, 24, durante a manifestação contra o desemprego, Luanda, estão cerca de 4 jornalistas da Rádio Essencial, os activistas Nito Alves, Laura Macedo e Nelson Dibango.

De acordo com informações enviadas para a redacção do Angola24Horas, os cidadãos detidos deverão ser levados a julgamento sumário nesta segunda-feira, dia 26 de Outubro.

O director geral da Rádio Essencial, Emídio Fernando, confirmou que os profissionais da Rádio Essencial e do jornal Valor Económico estão detidos, no Comando Provincial de Luanda.

"Foram presos, arrancados do carro que os transportava (eram quatro, não um ajuntamento de mais de cinco). logo pela manhã. Cometeram aquilo que parece ser um crime gravíssimo neste 'novo normal' em Angola: cobrir a manifestação agendada para este sábado" avançou o profissional de Jornalismo.

O Emídio Fernando disse ainda que a Polícia Nacional, ou qualquer outra autoridade, não explica as razões que levam a encerrá-los numa cadeia, observando que são estes os "significativos avanços" descortinados por João Lourenço na mensagem de Natal de há dois anos. "Há maior liberdade de imprensa, de expressão e de pensamento", jurava o Presidente angolano. É o que se vê.

De salientar que, um posto policial na localidade dos congolenses e duas motorizadas, arderam em chama, durante os protestos contra o elevado custo de vida entre as populações, em Luanda, depois que a polícia nacional começou a agredir os manifestantes que pretendiam seguir ao 1° de Maio.

Durante o acto, um número considerável de efectivos da Polícia Nacional, entrou nas ruas do bairro Popular, em Luanda, a disparar contra os cidadãos que se pretendiam juntar para manifestar contra o elevado custo de vida e exigir autarquias locais, em cujos protestos a UNITA condenou igualmente a atitude da polícia.

No princípio do dia, sem qualquer justificação, conforme avançou o Deputado e primeiro secretário provincial da UNITA, em Luanda, Nelito Ekuikui, este e também o activista Dito Dali, foram agredidos pela Policia Nacional, nesta amanhã de sábado, 24, a margem da referida manifestação.

Rate this item
(1 Vote)

Log in or Sign up