Terça, 04 de Agosto de 2020
Follow Us

Quinta, 02 Julho 2020 13:00

Angolanos retidos em Portugal são recebidos pelo embaixador

Uma comissão representativa de um grupo de cidadãos angolanos que se encontram em Portugal, impedidos de regressar ao país devido à pandemia da Covid-19, foi ontem recebida pelo embaixador Carlos Alberto Fonseca, a quem apresentou as suas preocupações face aos múltiplos problemas que enfretam.

Na ocasião, o grupo de cidadãos nacionais, que diz representar mais de 900 angolanos que se encontram retidos em Portugal, sublinhou o compromisso de quem dizem representar, no sentido de respeitarem as normas impostas pelos Governos de Angola e de Portugal para que se possa efectivar o seu regresso ao país.

Além da questão do repatriamento, os angolanos retidos em Portugal devido à Covid-19, lamentam estar impedidos de poder receber as economias que têm em Angola e com as quais po-deriam resolver alguns dos problemas mais urgentes, nomeadamente para satisfazerem as suas despesas como alimentação e alojamento.

O embaixador Carlos Alberto Fonseca, garantiu, na oportunidade, que vai fazer chegar, a quem de direito, a preocupação dos angolanos retidos em Portugal e disponibilizou-se para manter aberta a porta do diálogo, uma via que todos consideram ser a melhor forma de resolver os problemas e de se encontrar soluções para um problema que se arrasta há já quase quatro meses em consequência das restrições impostas pela Covid-19.

De sublinhar que se encontram há quase quatro meses em Portugal, impedidos de regressar no pais, cerca de 900 cidadãos nacionais de diferentes estratos sociais que clamam para uma solução dos seus problemas, que passam por um regresso ao país.

Estes cidadãos, caso não se vislumbre por uma solução, ameaçam realizar manifestações de modo a sensibilizar as autoridades angolanas para a sua situação.

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up