Domingo, 31 de Mai de 2020
Follow Us

Sábado, 17 Janeiro 2015 22:03

Governo angolano descarta envolvimento das FAA em operação na RDC

O ministro da Defesa, João Lourenço, assegurou neste sábado, no município do Soyo, província do Zaire, que Angola não vai participar militarmente na operação contra os rebeldes que actuam no Leste da República Democrática do Congo (RDC).

Em declarações à imprensa, durante uma visita de algumas horas à região naval Norte, João Lourenço reiterou que nunca esteve previsto o envio de tropas angolanas, para ao lado do governo de Kinshasa combater as Forças Democráticas de Libertação do Rwanda (FDLR) que desestabilizam a região Leste daquele país vizinho.

Esclareceu que o facto de Angola estar à frente da presidência da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos não lhe confere o direito de enviar tropas para a RDC.

“Os países que compõem a brigada da missão das Nações Unidas na RDC, designadamente a África do Sul, Tanzânia e Malawi, são essas forças junto com o governo deste país que têm a responsabilidade de desencadear uma acção militar contra os rebeldes que actuam no Kivu Norte e Sul”, fundamentou.

Explicou que o papel de Angola na RDC é meramente político e não militar, que passa pelo diálogo entre ambas as partes (governo e rebeldes), para se encontrar uma solução política para a estabilidade da região.

“Dos cerca de 2 mil e 500 rebeldes que estão nas matas do  Kivu Norte e Sul, apenas 350 homens apresentaram-se às Forças Armadas da República Democrática do Congo”, concluiu. ogador do Real Madrid não a ter mencionado nos agradecimentos.

 

Rate this item
(0 votes)

Log in or Sign up