Quarta, 27 de Mai de 2020
Follow Us

Segunda, 06 Abril 2020 20:28

Presidente João Lourenço faz remodelação profunda no executivo

O presidente angolano João Lourenço fez esta segunda-feira uma remodelação profunda no executivo.

João Lourenço procedeu à exoneração dos ministros das relações exteriores, da Defesa, de Estado e Chefe da Casa Civil num conjunto de ministérios que viram ser alterada a sua chefia, segundo apurou o Correio da Manhã, tendo sido redefinidos os departamentos ministeriais auxiliares da presidência da República e Titular do Poder Executivo.

São exoneradas dos seus cargos as seguintes individualidades:

Frederico Manuel dos Santos e Silva Cardoso, do cargo de ministro de Estado e chefe da Casa Civil do Presidente da República;

Salviano de Jesus Sequeira, do cargo de ministro da Defesa Nacional;

Manuel Domingos Augusto, do cargo de ministro das Relações Exteriores;

Adão Francisco Correia de Almeida, do cargo de ministro da Administração do Território e Reforma do Estado;

António Francisco de Assis, do cargo de ministro da Agricultura e Florestas;

Bernarda Gonçalves Martins Henriques da Silva, do cargo de ministra da Indústria;

Diamantino Pedro Azevedo, do cargo de ministro dos Recursos Minerais e Petróleos;

Manuel Tavares de Almeida, do cargo de ministro da Construção e Obras Públicas;

Maria Antonieta Josefina Sabina Baptista, do cargo de ministra das Pescas e Mar;

José Carvalho da Rocha, do cargo de ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação;

Ana Paula Chantre Luna de Carvalho, do cargo de ministra do Ordenamento do Território e Habitação;

Maria Ângela Teixeira de Alva Sequeira Bragança, do cargo de ministra do Turismo;

Maria da Piedade de Jesus, do cargo de ministra da Cultura;

Nuno dos Anjos Caldas Albino, do cargo de ministro da Comunicação Social;

João Ernesto dos Santos, do cargo de ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria;

Victor Francisco dos Santos Fernandes, do cargo de ministro do Comércio;

Paula Cristina Francisco Coelho, do cargo de ministra do Ambiente;

José Maria de Lima, do cargo de secretário de Estado para a Defesa Nacional;

Afonso Carlos Neto, do cargo de secretário de Estado para os Recursos Materiais e Infra-Estruturas;

Tete António, do cargo de secretário de Estado para as Relações Exteriores;

Laurinda Jacinto Prazeres Monteiro Cardoso, do cargo de secretária de Estado para a Administração do Território;

Márcio de Jesus Lopes Daniel, do cargo de secretário de Estado para a Reforma do Estado;

Domingos André Tchikanha, do cargo de secretário de Estado para os Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria;

José Carlos Lopes da Silva Bettencourt, do cargo de secretário de Estado para a Agricultura e Pecuária;

André de Jesus Moda, do cargo de secretário de Estado para as Florestas;

Ivan Magalhães do Prado, do cargo de secretário de Estado da Indústria;

Jânio da Rosa Corrêa Victor, do cargo de secretário de Estado para a Geologia e Minas;

José Alexandre Barroso, do cargo de secretário de Estado dos Petróleos;

Amadeu de Jesus Alves Leitão Nunes, do cargo de secretário de Estado do Comércio;

José Guerreiro Alves Primo, do cargo de secretário de Estado da Hotelaria e Turismo;

Manuel José da Costa Molares D’Abril, do cargo de secretário de Estado da Construção;

Carlos Alberto Gregório dos Santos, do cargo de secretário de Estado para as Obras Públicas;

Manuel Marques de Almeida Pimentel, do cargo de secretário de Estado para o Ordenamento do Território;

Joaquim Silvestre António, do cargo de secretário de Estado para a Habitação;

Joaquim Lourenço Manuel, do cargo de secretário de Estado do Ambiente;

Carlos Filomeno de Martinó dos Santos Cordeiro, do cargo de secretário de Estado das Pescas;

Mário Augusto da Silva Oliveira, do cargo de secretário de Estado para as Telecomunicações;

Manuel Gomes da Conceição Homem, do cargo de secretário para as Tecnologias de Informação;

Celso Domingos José Malavoloneke, do cargo de secretário de Estado da Comunicação Social;

Aguinaldo Guedes Cristóvão, do cargo de secretário de Estado da Cultura;

João Pedro da Cunha Lourenço, do cargo de secretário de Estado para as Indústrias Criativas.

Exonerou, ainda, Marcy Cláudio Lopes, do cargo de secretário para os Assuntos Políticos, Constitucionais e Parlamentares do Presidente da República.

Foi igualmente exonerado Aldemiro Justino Vaz da Conceição, do cargo de director do Gabinete de Acção Psicológica e Informação da Casa de Segurança do Presidente da República.

Em outro decreto, o Presidente da República exonerou Cassongo João da Cruz, do cargo de vice-governador da Província da Lunda-Sul para o Sector Político, Social e Económico, e nomeou para as mesmas funções Mendes Lourenço Gaspar.

No novo figurino do Governo, foram fundidos os ministérios da Defesa Nacional e dos Antigos Combatentes, da Cultura e da Hotelaria e Turismo.

Foram, igualmente, fundidos o Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação com o Ministério da Comunicação Social, o Ministério da Agricultura com o das Pescas, e o Ministério do Comércio com o da Indústria.

Fundem-se ainda os ministérios das Obras Públicas e do Ordenamento do Território.

O Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, nomeia as seguintes individualidades:

"Adão Francisco Correia de Almeida, ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República;

João Ernesto dos Santos, ministro da Defesa Nacional e Veteranos da Pátria;

Téte António, ministro das Relações Exteriores;

Marcy Cláudio Lopes, ministro da Administração do Território;

António Francisco de Assis, ministro da Agricultura e Pescas;

Victor Francisco dos Santos Fernandes, ministro da Indústria e Comércio;

Diamantino Pedro Azevedo, ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás;

Manuel Tavares de Almeida, ministro das Obras Públicas e Ordenamento do Território;

Manuel Gomes da Conceição Homem, ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social;

Adjany da Silva Freitas Costa, ministra da Cultura, Turismo e Ambiente.

Foram também nomeados os seguintes secretários de Estado:

Secretário de Estado para a Defesa Nacional, José Maria de Lima; para a Indústria Militar, Afonso Carlos Neto; e para os Veteranos da Pátria, Domingos André Tchikanha;

Laurinda Jacinto Prazeres Monteiro Cardoso, para a Administração do Território, e Márcio de Jesus Lopes Daniel, para as Autarquias Locais;

José Carlos Lopes da Silva Bettencourt, secretário de Estado para a Agricultura e Pecuária, André de Jesus Moda, secretário de Estado para as Florestas, e Esperança Maria Eduardo Francisco da Costa, para as Pescas;

Ivan Magalhães do Prado, secretário de Estado para a Indústria, e Amadeu de Jesus Alves Leitão Nunes, para o Comércio;

Jânio da Rosa Corrêa Victor, para os Recursos Minerais, e José Alexandre Barroso, para o Petróleo e Gás;

Carlos Alberto Gregório dos Santos, para o cargo de secretário de Estado para as Obras Públicas;

Ana Paula Chantre Luna de Carvalho, para o cargo de secretária de Estado para o Ordenamento do Território;

Mário Augusto da Silva Oliveira, para as Telecomunicações e Tecnologias de Informação, e Nuno dos Anjos Caldas Albino, secretário de Estado da Comunicação Social;

Maria da Piedade de Jesus, secretária de Estado para a Cultura, e Paula Cristina Francisco Coelho, secretária de Estado para o Ambiente.

Por último, é nomeado Ernesto Manuel Norberto Garcia, para o cargo de director do Gabinete de Acção Psicológica e Informação da Casa de Segurança do Presidente da República.

Em decreto anterior, o Presidente João Lourenço exonerou alguns titulares e auxiliares de departamentos ministeriais e da Presidência da República.

Rate this item
(3 votes)

Log in or Sign up